13 de julho de 2024
Gestão • atualizado em 18/09/2023 às 00:30

Futuro secretário da saúde de Goiânia já escreveu um livro: “A Saúde tem Cura”

Obra lançada em 2017 é um guia para equilibrar o atendimento e gerar satisfação para a população
Conteúdo explica a classificação das estruturas segundo a complexidade, entre muitas outras dicas (Associação Comercial do Paraná)
Conteúdo explica a classificação das estruturas segundo a complexidade, entre muitas outras dicas (Associação Comercial do Paraná)

“Por que a maioria dos Prefeitos tentam e não conseguem atender às demandas nas suas cidades?” É o que busca responder o Dr. Wilson Pollara com o livro “A Saúde tem Cura”. Obra lançada em 2017 gratuitamente (confira aqui) é um guia para equilibrar o atendimento e gerar satisfação para a população. Pollara foi anunciado pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) na última sexta-feira (15/09), como Secretário de Saúde da Prefeitura de Goiânia, a partir do dia 1º de outubro.

Com uma bagagem de propostas já feitas em São Paulo e com experiência, o futuro Secretário irá confrontar com a realidade de Goiânia ideias defendidas no livro. “São ideias diferentes das ideias padronizadas. Fala muito da estrutura do SUS e da estrutura do atendimento na Saúde no geral, que é um pouco diferente do que a gente costuma falar”, destaca Pollara em seu canal do YouTube.

Dentre o conteúdo, ele explica a classificação das estruturas segundo a complexidade, entre muitas outras dicas. “No livro abordo sobre a ‘Pirâmide das Necessidades’, cujo pilar mais importante não é prevenir, é atender a emergência. O segundo item é aliviar o sofrimento, já o terceiro item é recuperar a função perdida com a doença e por fim, o quarto pilar seria a prevenção. É muito importante prevenir, mas nós temos limites da prevenção também”. 

Na época ele também destacou a importância do agente comunitário de saúde. “É a pessoa que hoje julgo como sendo a mais importante em nossa estrutura porque ele irá nos dizer qual é a demanda, irá orientar a população onde ir, pois queremos o paciente certo no lugar certo. Ele também faz algo importante que é auditar o serviço que nós estamos fazendo”, inicia. 

Já na outra ponta, Wilson indica os coordenadores de saúde como peças chaves para o bom funcionamento da Saúde Pública. “O coordenador enxerga a rede e irá dizer para nós como está estruturada, e definir como ela irá funcionar. Com a internet temos que automatizar essas informações e estabelecer um controle. Também é preciso analisar o custo de uma equipe de saúde da família e garantir que todas as regiões estejam cobertas por equipes contribuindo com as funções dos agentes comunitários”. 

6 anos após o lançamento do livro os goianos têm a oportunidade de conferir as ideias já propostas pelo Secretário, e num futuro próximo traçar um paralelo com as novas propostas que serão apresentadas a partir de outubro. 

Acesse o livro: www.pensandojuntos.com/asaudetemcura


Leia mais sobre: / / / Notícias do Estado / Saúde

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019