16 de junho de 2024
Política

Fórum de Combate a corrupção em Goiás recomenda não empossar Zé Gomes na Saneago

O Fórum Permanente de Combate à Corrupção no Estado de Goiás (Focco-GO), decidiu expedir recomendação ao Conselho de Administração da Saneago com objetivo de que não se dê posse a José Gomes como presidente da empresa. Na semana passada, o MPF/GO havia expedido recomendação similar ao governador Marconi Perillo.

No Decreto nº 7.587, de 30 de março de 2012, editado pelo Governador do Estado de Goiás, estabelece que: “não será nomeado para cargo em comissão no âmbito da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, ou nele não poderá tomar posse ou permanecer no seu exercício, caso o provimento e a posse tenham se consumado, quem haja sido responsabilizado ou condenado pela prática de infração penal, civil ou administrativa nas situações que, descritas pela legislação eleitoral, configurem hipóteses de inelegibilidade”.

 

Mesmo com todas essas irregularidades, o Conselho de Administração da Saneago aprovou o nome de José Gomes da Rocha, indicado pelo governador, para exercer o cargo de presidente da empresa, porém, formalmente, ele ainda não foi empossado.

Segundo informações do fórum José Gomes é ficha suja e está impedido de assumir cargo em comissão por estar inelegível em decorrência de condenação em ação civil pública por ato de improbidade administrativa, na qual foi condenado à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos. Na ação civil pública movida pelo MPF/GO, José Gomes da Rocha é apontado por contratar jogadores e empregados para um time de futebol goiano, do qual era presidente.


Leia mais sobre: Política