16 de abril de 2024
MOBILIZAÇÃO

Força tarefa: Aparecida promove mutirão de limpeza em bairros da cidade

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano continua na batalha contra a dengue
Foco de descarte de lixo irregular, local recebe limpeza. Secretaria de Desenvolvimento Urbano pontua estratégias traçadas pelo município para solucionar problema(Foto: Rodrigo Estrela/Secom)
Foco de descarte de lixo irregular, local recebe limpeza. Secretaria de Desenvolvimento Urbano pontua estratégias traçadas pelo município para solucionar problema(Foto: Rodrigo Estrela/Secom)

A batalha contra o mosquito transmissor da dengue continua em bairros de Aparecida de Goiânia. A Prefeitura da cidade, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, realizou nesta sexta-feira (23) uma força-tarefa de limpeza no Jardim Maria Inês. A operação precisou de 6 caminhões, uma pá carregadeira e servidores para executar a limpeza da região. O local é foco de descarte irregular de lixo, que vão desde entulhos e materiais de construção até eletrodomésticos.

Apesar do esforço da secretaria de realizar a limpeza, o lixo não para de aumentar. No último ano, foram realizadas cerca de oito forças-tarefa na região, mas o descarte incorreto ainda acontece no local. O secretário de Desenvolvimento Urbano, José Ronaldo, disse que vai reforçar o monitoramento no local“Nós vamos fazer agora o videomonitoramento para que as pessoas sejam identificadas e que parem de jogar esse lixo de forma desordenada da forma que estão jogando”.

Segundo o secretário, além do videomonitoramento, será instalado um ecoponto no setor, onde funcionava a antiga Estação de Tratamento de Esgoto. Esse ponto de coleta recebe pequenos resíduos, por exemplo. “Então vamos criar aqui o Ecoponto, fazer um trabalho educativo e comunicativo, para que as pessoas possam descartar de forma regular esse lixo aqui”. Conforme o secretário, o projeto já está em licitação e em breve será executado.

O morador Carlos Alberto reside na região há 28 anos e fala que as consequências são enormes. “São lixos que acumulam água, então tem a questão da dengue, além de proliferar outras coisas, como ratos. E falta de segurança também”.

Jogar lixo de forma inadequada é considerado crime contra o meio ambiente, podendo resultar em prisão e multa, dependendo da gravidade da infração. A Prefeitura destaca a importância da participação da comunidade na manutenção da limpeza da cidade. Os moradores que presenciarem descarte irregular de lixo no local podem fazer denúncia na Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade pelos telefones: 3238-7216/7217 ou via WhatsApp 98459-1661.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Meio Ambiente / Saúde / Serviço

Helma Bessa

Jornalista formada pela Universidade UNIP