17 de agosto de 2022
Solenidade

FIMTPODER comemora dez anos de atuação com lançamento do Projeto Emprego Apoiado

Objetivo ser mais uma ferramenta que preza pela diversidade na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho
No evento, o FIMTPODER vai compartilhar suas conquistas e os desafios cotidianos enfrentados no processo de inclusão e visibilidade das pessoas com deficiência (Foto: Divulgação)
No evento, o FIMTPODER vai compartilhar suas conquistas e os desafios cotidianos enfrentados no processo de inclusão e visibilidade das pessoas com deficiência (Foto: Divulgação)

O Fórum Goiano de Inclusão no Mercado de Trabalho das Pessoas com Deficiência e Reabilitados do INSS – FIMTPODER, realiza no dia 28 de junho, das 8h às 12 horas, solenidade em comemoração aos seus dez anos de atuação na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Durante o evento, o FIMTPODER vai compartilhar com representantes da sociedade civil (empresários, formadores de opinião), do Poder Público e representantes de entidades que compõem o Fórum suas conquistas e os desafios cotidianos enfrentados no processo de inclusão e visibilidade das pessoas com deficiência nos mais variados segmentos da sociedade. “Vamos apresentar o que o FIMTPODER tem realizado ao longo dos seus dez anos de atuação e como já conseguimos atender diretamente cerca de 6,3 mil pessoas com deficiências, sendo deficiências  física, visual, auditiva, intelectual e múltiplas em diversas oportunidades laborais nos três setores da nossa economia em todo o Estado. Procuramos disseminar conhecimento, quebrar paradigmas para a libertação dos preconceitos, dos mitos e das velhas crenças em torno do dito “normal” ”, antecipa a coordenadora da entidade, Elizabeth Campos.

Emprego Apoiado

Continua após a publicidade

Para marcar uma data tão simbólica, o FIMTPODER vai lançar durante a celebração de seus dez anos de atuação o Projeto Emprego Apoiado, que é uma alternativa já em prática desde o final da década de 1970 nos Estados Unidos na inserção de pessoas com deficiência severa no mercado de trabalho, é mais uma ferramenta de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. O Projeto Emprego Apoiado tem uma metodologia diferenciada e é destinada exclusivamente a pessoas com deficiência com maior dificuldade para inclusão no mercado de trabalho, tais como:  pessoas com deficiência intelectual, deficiência múltipla, autismo, paralisia cerebral, transtorno mental, em suma, que não são atendidas pelos sistemas tradicionais de colocação profissional.

De acordo com a coordenadora do FIMTPODER, a chegada do Projeto Emprego Apoiado  à Goiás é mais um avanço no papel que o FIMTPODER, com o apoio do Ministério Público do Trabalho em Goiás, desempenha frente à conscientização de empresários e empreendedores de ampliarem as oportunidades de trabalho às pessoas com deficiência e reabilitados do INSS. “Acreditamos que cada pessoa tem o seu potencial, e a pessoa com deficiência assim como outra que não tenha uma deficiência nata ou adquirida precisa explorar seu dom, seu potencial e com a implantação do Projeto Emprego Apoiado significará a promoção de processos inclusivos para as pessoas com deficiência nas empresas de forma mais sustentável e organizada”, defende Elizabeth Campos.

O método do Projeto Emprego Apoiado permite identificar os apoios necessários para viabilizar a inclusão das pessoas nos postos de trabalho e diminuir o percentual de as empresas realizarem a contratação das pessoas com deficiência somente para cumprir a lei. “ O Emprego Apoiado é uma ferramenta de valorização da capacidade em todos os níveis da pessoa com deficiência. É preciso que o mercado de trabalho respeite e acredite no potencial das pessoas com deficiência independentemente de cota ou deficiência”, enfatiza a coordenadora do FIMTPODER.

Continua após a publicidade

O desafio de inclusão de pessoas com deficiência em Goiás é ainda expressivo e desafiador. De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência Goiás possui 1040 empresas com matriz em território goiano  que possuem mais de 100 empregados e precisam cumprir a cota estipulada pela legislação. “O total de empregados que devem ser contratados é de exatas 15.581 pessoas com deficiência. No entanto, somente 7.486 estão contratados, o que corresponde a 48,04% de cumprimento da cota legal”, informa Campos. “Por isso, o Projeto Emprego Apoiado é uma ferramenta importante”, enfatiza a coordenadora.

Ela ainda pontua que hoje Goiás cumpre exatos 48,04%, uma evolução significativa, já que há dez anos o cumprimento da cota legal em Goiás era de 27,18%. “Reconhecemos nossa conquista, contudo almejamos e estamos trabalhando para que Goiás integre o rol dos Estados que se destacam no cumprimento da cota legal, como o Espírito Santo que é exemplo a ter 72% de cota cumprida. Para que isso se torne realidade, é preciso que consigamos inserir mais 3.743 PCDs nos próximos anos, chegando a 11.229 e alcançando o mesmo índice capixaba, pontua Campos. O lançamento do Projeto Emprego Apoiado será marcado com a palestra do diretor de projetos da Associação Nacional do Emprego Apoiado (Anea) e professor associado da Fundação Dom Cabral, Oswaldo Barbosa.

Serviço:
10 anos do FIMTPODER  e Lançamento Projeto Emprego Apoiado
Quando: 28 dejunho de 2022 (quarta e quinta-feira)
Onde: Oft Alfre Hotels – Av. República do Líbano, nº 1613, Setor Oeste, Goiânia Goiás
Horário: Das 8h às 12 horas
Realização: FIMTPODER
Apoio: Ministério Público do Trabalho em Goiás (PRT/18ª Região) e Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG)