18 de julho de 2024
Cultura

Fica 2024 teve início nesta terça-feira (11), com apresentação de filmes, shows e atividades e culturais

A cerimônia oficial de abertura do evento foi realizada no Cine Teatro São Joaquim
Foto: Vinícius Schmidt e Lucas Diener
Foto: Vinícius Schmidt e Lucas Diener

O 25º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) teve início na noite desta terça-feira (11), em cerimônia no Cine Teatro São Joaquim. O evento, que conta com uma extensa programação, dentre elas a exibição de mais de 100 filmes nas quatro mostras competitivas e especiais, além de 27 shows locais, regionais e nacionais, e uma vasta seleção de cursos, oficinas e atividades formativas e culturais, vai até o próximo dia 16 de junho.

O festival, realizado pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em correalização com a Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio da Fundação Rádio e Televisão Educativa (RTVE), contou, em sua abertura, com a sessão especial “Filmes para Adiar o Fim do Mundo” e a exibição da produção japonesa Jizai, da diretora Maiko Endo.

Estiveram presentes na abertura do Fica 2024: a secretária de Estado da Cultura, Yara Nunes, a pró-reitora de Extensão e Cultura da UFG, Luana Ribeiro, a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andréa Vulcanis, o secretário de Estado da Retomada, César Moura; o prefeito da cidade de Goiás, Aderson Gouvea, e outras autoridades.

O primeiro dia do evento contou também com apresentações artísticas na Cruz do Anhanguera e shows musicais no palco da Praça do Coreto, no centro da cidade. A programação do festival contempla diversas atrações artísticas e outras atividades, com destaque para as ações inéditas de preservação, recuperação e revitalização do meio ambiente. “Algo precisa ser feito por cada um de nós para que a nossa contribuição possa, de fato, ser efetiva para a mudança que precisamos ver”, alertou a titular da Semad, Andréa Vulcanis.

“É um festival extremamente relevante, árduo, mas sabemos que estamos conseguindo levar o audiovisual, levar o cinema do estado de Goiás a outros patamares”, declarou a secretária Yara Nunes. A pró-reitora Luana Ribeiro ressaltou o caráter multifacetado do festival e a importância da temática ambiental: “O Fica é o primeiro do país que discute a temática ambiental e ele não é só um festival, tem inúmeras atividades dentro dele”.

Mostra

De acordo com a Secult, o Fica 2024 possui quatro mostras competitivas. São elas: Mostra Washington Novaes, Mostra do Cinema Goiano, Mostra de Cinema Indígena e Povos Tradicionais (inédita) e Mostra Becos da Minha Terra, exclusiva para produções locais, além das sessões especiais de parceiros.

Atividades culturais

O festival conta também com uma vasta programação artística, cultural e formativa. Ao todo, são 27 atrações musicais, sendo três nacionais: Sandra Sá, na sexta-feira (14); Ira!, no sábado (15); e Silva, encerrando o evento no domingo (16). Fazem parte da agenda, ainda, ações formativas, exposição de arte, feiras de artesanato e gastronomia, tenda multiétnica, oficinas, debates, fóruns, rodas de conversa e mais..

“O Fica é uma oportunidade para que possamos refletir sobre os nossos modos de vida e buscarmos consensos para a preservação do planeta”, lembrou o prefeito da Cidade de Goiás, Aderson Gouvea. A programação completa do festival pode ser conferida no site oficial do Fica, neste link.


Leia mais sobre: / Cultura e Entretenimento