30 de junho de 2022
Esportes

Ferrari domina e Leclerc é o mais rápido do dia no GP de Mônaco da F-1

Foto - Divulgação Ferrari
Foto - Divulgação Ferrari

Depois de ensaiar o domínio no primeiro treino livre, a Ferrari controlou a segunda sessão do GP de Mônaco de Fórmula 1, nesta sexta-feira. E o piloto da casa Charles Leclerc foi o mais veloz do dia nas ruas de Montecarlo, seguido de perto pelo companheiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz Jr.

Leclerc baixou em quase dois segundos o melhor tempo do treino de abertura do fim de semana, quando também foi o mais rápido. Ele anotou 1min12s656, pouco à frente de Sainz, com 1min12s700. O mexicano Sergio Pérez foi o terceiro mais veloz, novamente à frente do holandês Max Verstappen, seu parceiro na Red Bull.

Pérez registrou 1min13s035, também com ligeira diferença para o atual campeão mundial, com 1min13s103. Verstappen foi um dos pilotos que mais voltas completou no circuito de rua nesta segundo treino, com 33 giros.

Continua após a publicidade

Os tempos mais baixos na segunda sessão do dia se deve aos pneus macios, mais rápidos que os médios usados durante quase todo o primeiro treino. Na atividade seguinte, a maioria dos pilotos contou com os médios na primeira metade da sessão. A segunda meia hora foi de domínio quase total dos compostos mais frágeis.

O quinto mais veloz da segunda sessão e também do dia foi o britânico Lando Norris, que já havia se destacado no início do dia. O piloto da McLaren marcou 1min13s294. Seu companheiro de time não foi tão bem. Daniel Ricciardo foi o responsável por uma bandeira vermelha no treino, nos primeiros 15 minutos da atividade.

Ele acertou uma forte pancada no “guard rail” e parou no “soft wall”. Mas saiu do carro andando, sem qualquer problema físico. Com apenas duas voltas na sessão, o australiano não registrou tempo.

Continua após a publicidade

A Mercedes, por sua vez, mostrou novamente que a performance no GP da Espanha ainda não veio para Mônaco. George Russell anotou o sexto tempo, com 1min13s406, longe de brigar com Ferrari e Red Bull. Lewis Hamilton não conseguiu avançar muito em comparação ao primeiro treino do dia. Registrou a 12ª marca, com 1min14s267

O Top 10 contou ainda com o francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, com o sétimo tempo: 1min13s636. Ele foi seguido pelo espanhol Fernando Alonso (Alpine), com 1min13s912; pelo alemão Sebastian Vettel (Aston Martin), com 1min14s059; e pelo japonês Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, com 1min14s134.

Os pilotos da Fórmula 1 voltam para a pista no sábado, para a última sessão livre do fim de semana, marcada para as 8h (de Brasília). Três horas depois, será definido o grid de largada no treino classificatório. A corrida está marcada para as 10 horas de domingo.

(Conteúdo Estadão)