19 de maio de 2022
Economia

Farmácias querem linha de crédito específica para o setor

Representantes dos farmacêuticos se reúnem na próxima terça, 24 de abril, 10 horas, com técnicos da Agência de Fomento do Estado de Goiás. Na reunião, os diretores do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Goiás (Sinfar-GO) apresentarão projetos com um panorama do varejo farmacêutico em Goiás e mostrarão os impactos positivos na economia. Presidentes do Conselho Regional de Farmácia (CRF-GO) e do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Estado de Goiás (Sincofago) também foram convidados a participar.

O Presidente do Sinfar-GO, farmacêutico Cadri Awad, acredita que a criação de uma linha de crédito voltada para o varejo farmacêutico, aliada à capacitação dos empresários do setor, vai fomentar a modernização dos pontos de vendas e o incremento nos estoques de medicamentos, além da abertura de novas farmácias, sobretudo para farmacêuticos. O Sinfar-GO já desenvolve uma série de ações que incentivam a capacitação na área de gestão de negócios e para a melhoria do desempenho das atividades do setor.

Continua após a publicidade

Como boa parte do varejo farmacêutico adquire medicamentos de indústrias instaladas em Goiás, Cadri Awad aposta que esta linha de crédito vai refletir diretamente no aumento da geração de empregos, qualificação dos serviços oferecidos à sociedade e incremento do parque fabril de medicamentos do Estado. “Tudo isto somado gera incremento da economia goiana, alavancando ainda mais o potencial de nosso Estado”, diz.

Os estudos realizados e a elaboração do projeto foram feitos pelo diretor do Instituto Adtec, Dr. Rodrigo Antonio Magalhães, que também participará da reunião. O Instituto Adtec é uma empresa parceira das entidades. (Com informações da Assessoria do Sinfar)

Leia mais sobre:
Economia