24 de maio de 2024
Serviço essencial • atualizado em 23/07/2023 às 17:50

Comurg diz que atendeu as recomendações do TCM e prepara licitação de novos caminhões coletores de lixo

Processo de licitação passa por novas adequações e paralisa o edital da nova frota de caminhões necessários para atender a população goiana
Caminhão da Comurg em coleta de lixo por Goiânia. (Foto: Carlos Nathan Sampaio)
Caminhão da Comurg em coleta de lixo por Goiânia. (Foto: Carlos Nathan Sampaio)

Após receber recomendações do Tribunal de Contas do Município (TCM), a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) diz que atendeu aos critérios e prepara uma licitação para compra de novos caminhões coletores de lixo. Segundo a companhia, a frota atual está desgastada, o que tem levado a constantes falhas operacionais, atrasos na coleta e falta de maquinários.

Em entrevista ao Diário de Goiás, o presidente da Comurg, Alysson Lima explica que o processo licitatório está em andamento. “Fomos orientados pelo próprio Tribunal de Contas do Município de Goiás (TCM) a fazer algumas alterações em nosso edital, logo será republicado”, diz.

 De acordo com Alysson, a coleta hoje está prejudicada por conta da falta de uma manutenção preventiva adequada e falta de planejamento. Ele explica ainda que são necessários os novos equipamentos para ser feito aplicação preventiva nos caminhões.

“Os planejamentos são de 30 novos caminhões, foram feitos uma estimativa de equipamentos onde os gastos podem chegar até R$ 2,7 milhão por mês. Esse valor pode ser mais baixo”, explica o presidente.

A Comurg terá que republicar o edital para conduzir o processo de licitação de renovação da frota conforme os pontos destacados pelo TCM. No entanto, a morosidade nesse processo tem adiado a modernização dos serviços de coleta, a população sofre com o acúmulo de lixo e as consequências ambientais negativas.


Leia mais sobre: / / Goiânia