20 de maio de 2024
Irã x Israel • atualizado em 15/04/2024 às 10:27

FAB afirma estar ‘preparada e pronta’ para resgatar brasileiros no Oriente Médio

A FAB explica que irá atender a qualquer pedido de resgate, desde que acionada pelas autoridades competentes
Desde o início da guerra, a Operação Voltando em Paz da FAB fez 13 voos que trouxeram cerca de 1,5 mil pessoas ao Brasil. (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil).
Desde o início da guerra, a Operação Voltando em Paz da FAB fez 13 voos que trouxeram cerca de 1,5 mil pessoas ao Brasil. (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil).

Neste último domingo (14), a Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou estar “preparada e pronta” para resgatar brasileiros que vivem em áreas de conflito no Oriente Médio após ataque do Irã a Israel com drones e mísseis. A FAB explica que irá atender a qualquer pedido de resgate, desde que acionada pelas autoridades competentes.

A FAB também informou que a permanente preparação possibilita a atuação em qualquer hora. “Não somente em relação a missões específicas, mas a quaisquer necessidades, sendo esta prontidão ininterrupta para agir em apoio à sociedade”, destaca o comunicado.

(A FAB) mantém-se em constante prontidão, com suas tripulações e aeronaves, para se fazer presente onde o Brasil precisar

FAB por meio de nota

O governo do Irã afirma que o ataque é uma resposta ao bombardeio a seu consulado em Damasco, capital da Síria, quando foram mortos militares da Guarda Revolucionária Iraniana. Teerã acusa Israel de ter sido responsável por esse ataque. O ataque provocou ferimentos graves numa pessoa e deixou oito levemente feridas.

Vale lembrar que no último sábado (13), o governo brasileiro, também por meio de nota, manifestou uma grande preocupação com relação ao conflito. De acordo com a nota, o envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel deixou em alerta países vizinhos e exige que a comunidade internacional mobilize esforços para evitar um escalada no conflito.

Desde o início da guerra entre Israel e o grupo extremista Hamas, em outubro do ano passado, a Operação Voltando em Paz da FAB fez 13 voos que trouxeram cerca de 1,5 mil pessoas ao Brasil, entre cidadãos brasileiros e parentes próximos. Do total de voos, três repatriaram pessoas que viviam na Faixa de Gaza.

“O governo brasileiro recomenda que não sejam realizadas viagens não essenciais à região e que os nacionais que já estejam naqueles países sigam as orientações divulgadas nos sítios eletrônicos e mídias sociais das embaixadas brasileiras”, pondera o comunicado.


Leia mais sobre: / / Brasil / Mundo

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019