28 de junho de 2022
Notícias • atualizado em 27/08/2020 às 19:09

“Estamos esperançosos”, afirma presidente do PSC em Goiás sobre apoio de Caiado à Wilder

O presidente do PSC em Goiás, Eurípedes do Carmo, está otimista que Caiado acenará à pré-candidatura de Wilder Moraes
O presidente do PSC em Goiás, Eurípedes do Carmo, está otimista que Caiado acenará à pré-candidatura de Wilder Moraes

O presidente do PSC em Goiás, Eurípedes do Carmo está confiante que o governador Ronaldo Caiado (DEM) irá apoiar a legenda no próximo pleito municipal. Com o prefeito Iris Rezende (MDB) anunciando desistência da disputa, Carmo enxerga como natural o apoio. “O Wilder tem um bom relacionamento com o governador”, pontuou.

Do Carmo não acredita que o DEM lance nome próprio por isso, com a desistência do emedebista. “Estamos na esperança que o governador apoie o nosso pré-candidato que é o Wilder Morais”, pontuou. Sobre um possível aceno de Caiado a outros nomes, como o deputado federal dr. Zacharias Calil (DEM), o presidente da legenda cristã pregou respeito. “O Zacharias Kalil é um companheiro e amigo nosso. Se for, não temos nada contra o nome do doutor Zacharias, pelo contrário. O governador é o nosso comandante maior. Lógico que colocamos o nosso candidato e a nossa candidatura, inclusive o nome do doutor Zacharias”, pontuou.

‘Eu já sabia’

Do Carmo não demonstrou nenhuma surpresa com à decisão de Iris Rezende anunciada na última terça-feira (25/08) em se aposentar da vida pública. É que segundo ele, há alguns meses esteve em reunião com o decano do Movimento Democrático. O PSC àquela altura havia recomendado que todas as capitais brasileiras colocassem na disputa candidaturas próprias.

Acompanhado do deputado federal Glaustin da Fox e o deputado estadual Henrique César, ambos do partido cristão, queriam saber se o prefeito toparia mais uma disputa. “se caso fosse candidato, nós nem íamos trabalhar um nome para candidatura para Goiânia em função da amizade com o Prefeito Iris Rezende. Temos um histórico de caminhada juntos, com algumas exceções e naquele momento ele disse com todas as letras que podíamos lançar o candidato que ele não se candidataria”, pontuou.

Continua após a publicidade

Desde então, a articulação para um nome próprio da legenda começou a ser realizada.