26 de maio de 2024
Leandro Mazzini

Estado paga agência para cuidar de imagem de Roseana

Os Sarney estão preocupados com a imagem da família na política nacional. Com a saída de cena do senador José Sarney (PMDB-AP) e da governadora Roeana, no Maranhão, querem contratar uma grande agência de comunicação, mas quem pagará será o governo do Estado. A licitação, com desculpa de assessorar o Palácio dos Leões, ocorrerá até Janeiro. O contrato envolve clippagem dos grandes jornais e de TV, e pesquisas quantitativas e qualitativas sobre Roseana será candidata ao Senado. O governo não se pronunciou.

Peso de ouro

Um serviço similar não é cobrado por menos de R$ 2 milhões por agências do naipe da FSB e CDN, hoje as grandes concorrentes para esse tipo de serviço com governos.

O projeto

Em Setembro, a coluna revelou que Roseana será candidata ao Senado. Foi trato de José Sarney, com Renan Calheiros, durante almoço na mansão do clã em Brasília.

Herdeira

Pelo acordo, Sarney usa sua força política para apoiar Renan ou seu filho ao governo de Alagoas, e Renan ajuda Roseana, se eleita, a chegar à presidência do Senado.

Fábrica de acertadores

Conhecida por sua zona industrial, Mauá tornou-se uma fábrica de acertadores da Mega Sena. Foram três nos últimos dois anos, descobriu a Coluna. Além do misterioso ganhador de Quarta, que levou R$ 80,5 milhões, outros dois foram agraciados: 8 de Setembro de 2012 (R$ 729 mil), e o da Virada de 2011, com R$ 35 milhões.

Memória

Houve também um ganhador mauaense premiado com R$ 276 mil no concurso 856 da Lotofácil, dia 16 de Janeiro deste ano. Fenômeno igual a de Caxias do Sul (RS), que teve três ganhadores da Lotofácil em menos de um mês, este ano.

Feriadão é isso aí

Com a desculpa de não interromper ‘os trabalhos da Justiça Eleitoral’ na Quarta, o TRE de Alagoas mudou o feriado da Consciência Negra de 20 de Novembro para 18, uma Segunda. Para o restante dos mortais, como nós, não haverá feriado prolongado.

 

Caneta justiceira

O juiz Marcone Pimenta, de Macapá, obrigou a família de menor a pagar R$ 6 mil imediatos de custos de hospital. O menino atropelou três – matou um e internou dois.

Bolo na greve

A turma da EBC em São Paulo entrou em greve ontem. Teve até bolo temático no café da tarde. A EBC informa que foi surpreendida, porque negociou reajuste com sindicato.

Olho vivo

O Senado quer lupa no edital de licitação para outorga do Contrato de Partilha de Produção de gás e petróleo, da ANP, para o próximo leilão. Vem aí o da bacia do Paraná. O senador Requião (PMDB) apresentou Proposta de Fiscalização e Controle.

Volta às cinzas

Terceira no rank nacional, a Phoenix, fabricante de cigarros, foi fechada por decisão do TRF da 3ª Região por sonegação de mais de R$ 300 milhões. A empresa já fora autuada pela Receita em Abril, e funcionava por liminar. 

Dilmistas x Lulistas

A disputa pelo comando do PT nacional e pelos regionais vai muito além dos dois principais protagonistas, Rui Falcão – o atual presidente – e Paulo Teixeira, desafiante. São respectivamente representantes dos Lulistas e Dilmistas, cuja batalha vem à tona.

Lá e cá

Lembra o médico José Arcângelo, do Amapá, sobre a polêmica do Mais Médicos: No Reino Unido 40% dos médicos são estrangeiros. Nos EUA 25,9% vêm principalmente da Índia, México e Canadá, ‘de qualidades comprovadas’.

Meia cadeia

A polícia lançou um respaldo jurídico para preservar da algema poderosos e políticos envolvidos em maracutaias. É a Condução Coercitiva – o mandado para depoimento na delegacia. Foi o caso ontem do ex-vice governador do DF Paulo Octávio.

Rei dos imóveis

Foi só um entre dezenas de casos recentes. Para a cela vão os bagrinhos. Em tempo, PO, rei dos imóveis em Brasília, é suspeito de fraudes em licenças em alvarás.

Ponto Final

Vai faltar Condução Coercitiva se a polícia fizer uma operação no Congresso..

________________________________________

Com Maurício Nogueira, Luana Lopes e Equipe DF e SP


Leia mais sobre: / Leandro Mazzini

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .

Recomendado Para Você

Leandro Mazzini

Pizzolato na Papuda

Leandro Mazzini

A blindagem do juiz Sérgio Moro