19 de julho de 2024
Privatização • atualizado em 26/12/2022 às 18:45

Estádio Serra Dourada deve ser terceirizado em 2023

A ideia é trazer empresas privadas para ajudar o Estado a viabilizar, além da realização de jogos esportivos, eventos de grandes portes
Estádio Serra Dourada (Foto - Vítor Monteiro)
Estádio Serra Dourada (Foto - Vítor Monteiro)

Um projeto que está sendo conduzido pela Companhia de Investimentos e Parcerias do Estado de Goiás (Goiás Parcerias), prevê a terceirização do Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Ao Diário de Goiás o presidente da Goiás Parcerias, Diego Soares afirma que além dos esportes será idealizado a parte do entretenimento, ou seja, o local também será palco para a realização de grandes eventos.

Segundo Diego a ideia é trazer empresas privadas para ajudar o governo de Goiás a viabilizar o projeto para que, além da realização de jogos esportivos, sejam realizados também eventos de grandes portes tanto nos espaços abertos quanto fechados. O contrato dessa concessão, segundo Diego, é uma ”parceria patrocinada” onde o investidor também entra com recursos.

Na gestão passada antes do governador Ronaldo Caiado, a unidade de Parceria Público-Privada (PPP) não funcionou. Agora com essa nova gestão a gente já montou um grupo de trabalho e já estamos avançados nos estudos e a ideia é que no ano que vem a gente lança o edital de concorrência

Diego soares, goiás parcerias

Portanto, a partir do próximo ano quem estiver interesse em realizar evento de entretenimento no Serra Dourada, a Secretaria de Esportes estará aberta para receber as propostas. Segundo Diego, dentro da melhor proposta será inserido o privado junto com o estado para viabilizar o contrato.

Diego destaca que essa concessão envolve tanto a realização de jogos esportivos quanto eventos, e afirma que as estruturas do Estado, como a Secretaria de Esportes que hoje funciona dentro do Serra Dourada, não precisará sair do local, pois será como um ”compartilhamento”.

”O Serra Dourada tem uma estrutura interna muito grande. Então não quer dizer que a Secretária de Esportes que hoje está instalada lá vai ter que sair. A gente faz uma parceria junto com o privado e assim pode utilizar também algumas instalações interna para a parte pública”, garante.

Concessões

De acordo com Diego, as empresas privadas estão sendo envolvidas em meio a tantas outras concessões que Goiás possui, para levar, junto ao Estado, o melhor serviço para a população.

Além do Serra Dourada outras concessões prevê melhorias em infraestrutura e mobilidade de Goiânia. De acordo com Diego, o Eixo Anhanguera que também será revitalizado com 114 novos ônibus, toda a linha será alugada. ”Vamos fazer um aluguel que desonera mais o Estado”, disse. Diego explica ainda que toda linha do Eixo e terminais de ônibus serão revitalizados em parceria com a prefeitura de Goiânia.

A expectativa é que no primeiro semestre de 2023 seja lançado o edital para a concorrência aberta de empresas privadas para aluguel dos ônibus. Portanto, a troca da frota do Eixo deve começar a partir do segundo semestre, segundo Diego. A previsão é que em um ano e meio toda troca da frota do Eixão seja feita.


Leia mais sobre: / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.