logomarcadiariodegoias2017

Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo
botafogo x vasco

O Botafogo foi valente e conseguiu sua primeira grande vitória na temporada ao bater o Vasco por 3 a 2, nesta quarta-feira, no Engenhão. Em jogo movimentado e com duas viradas no placar, o Alvinegro levou a melhor sobre o rival e se classificou para a final da Taça Rio, que é o segundo turno do Campeonato Carioca.
Brenner, Luiz Fernando e Igor Rabello marcaram para o Botafogo, enquanto Erazo e Riascos fizeram para o Vasco.

A final, contra o ganhador do clássico entre Flamengo e Fluminense, nesta quinta, será disputada em jogo único no próximo domingo. Ao contrário do que ocorre na semifinal, na decisão nenhuma das equipes tem qualquer tipo de vantagem.

O Botafogo começou a partida em cima do Vasco, e o primeiro gol não demorou a sair. Logo aos 12min, Léo Valência fez grande jogada individual e cruzou na medida para Brenner, de cabeça, colocar no fundo da rede e abrir o placar.

Assim que saiu o gol do Botafogo, o Vasco partiu para cima em busca do empate. Foram pelos menos três bons ataques. O melhor deles saiu dos pés de Riascos, que aproveitou bobeada de Igor Rabello e finalizou de dentro da pequena área após cruzamento da direita. A bola bateu no travessão e quicou em cima da linha.

O Botafogo não teve tempo nem de respirar após Riascos acertar o travessão. No lance seguinte, Erazo subiu muito e acertou bela cabeceada. A bola quicou no chão e entrou no ângulo esquerdo de Gatito, que só olhou o lance, aos 19min.

Melhor em campo após sofrer o primeiro gol, o Vasco atropelou o Botafogo e rapidamente conseguiu a virada. Em nova jogada de escanteio, Riascos se antecipou à zaga adversária e desviou para o fundo das redes em nova falha do Alvinegro: 2 a 1, aos 30min.

Um dos principais reforços do Botafogo na temporada, Luiz Fernando vinha decepcionando em campo. Apático, não parecia o bom jogador do Atlético-GO no fim de 2017. Diante do Vasco, ele ganhou a posição e ainda desencantou. Ele recebeu belo lançamento de Igor Rabello, dominou com categoria e finalizou para decretar novo empate: 2 a 2, aos 33min.

Criticado pela torcida em determinado momento, Igor Rabelo mostrou personalidade. Após dar assistência para gol de Luiz Fernando, o zagueiro usou a cabeça para fazer o gol da classificação. Ele subiu mais que os defensores do Vasco e fuzilou aos 39min do segundo tempo.

VASCO

Martín Silva; Yago Pikachu, Erazo, Paulão, Fabrício; Desábato, Wellington, Evander (Wagner); Paulinho e Andrés Rios (Thiago Galhardo), Riascos. T.: Zé Ricardo

BOTAFOGO

Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello, Moisés; Marcelo, Rodrigo Lindoso, Marcos Vinícius (Rodrigo Pimpão), Leonardo Valencia (Pachu), Luiz Fernando (Ezequiel); Brenner. T.: Alberto Valentim

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro

Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães

Cartões amarelos: Yago Pikachu, Paulão, Wellington (Vasco); Marcelo, Luiz Fernando, Rodrigo Lindoso (Botafogo)

Gols: Brenner, aos 12min do primeiro tempo, Luiz Fernando, aos 33min do primeiro tempo, e Igor Rabello, aos 39min do segundo tempo (Botafogo); Erazo, aos 19min do primeiro tempo, e Riascos, aos 30min do primeiro tempo (Vasco)

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH