logomarcadiariodegoias2017

Foto: Divulgação Fluminense
fluminense venceu

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Fluminense entrou em campo neste domingo (18) para confirmar vaga nas semifinais da Taça Rio. Com time reserva, o time tricolor empatou por 1 a 1 com a Cabofriense, em Bacaxá, e se garantiu na próxima fase. Douglas, de pênalti, marcou para o Flu, e Lucas Cunha igualou o placar.

O jogo foi marcado pelo calor de 30 graus durante a partida, e as experiências do técnico Abel Braga, que optou por testar diversos jogadores que não vinham sendo muito aproveitados. Mesmo sem o entrosamento ideal, o Fluminense se impôs e saiu na frente.

A Cabofriense, que ainda sonhava com uma vaga na semifinal, se mandou para o ataque e conseguiu o empate, que não serviu para o time de Cabo Frio permanecer na disputa.

Com o resultado, o Fluminense garantiu a liderança do Grupo C, com 14 pontos, e vai enfrentar o Flamengo na semifinal. O Rubro-Negro foi o segundo colocado do Grupo B. O confronto acontece na quinta-feira. Além disso, a equipe comanda por Abel Braga também está confirmada para a semifinal geral do Campeonato Carioca.

Apesar de bastante disposição durante a primeira etapa, as duas equipes criaram poucas chances efetivas de gol nos 45 minutos iniciais. O Fluminense ameaçou a meta adversária principalmente com o chutes de longe. O melhor momento aconteceu quando Robinho recebeu na entrada da área em boa condição, mas demorou para finalizar.

A Cabofriense, embora com menos volume de jogo, teve a grande oportunidade de abrir o placar na etapa inicial. Depois de cruzamento de Dieguinho, Kaká Mendes apareceu livre dentro da área e chutou forte, mas para fora.

Se o primeiro tempo foi de poucas chances, o Fluminense viu o cenário mudar logo no início da segunda etapa. Aos três minutos, Robinho foi derrubado por Victor Silva dentro da área, e o juiz marcou a penalidade. Douglas, capitão tricolor neste domingo, foi para a cobrança e inaugurou o marcador. Foi o primeiro gol do volante nesta temporada.

O zagueiro Lucas Cunha mostrou categoria para anotar o gol de empate da Cabofriense. Aos 29 minutos, o defensor desviou com um toque de letra o chute rasteiro de Willian Bersan e mandou para o fundo da rede.

O empate saiu justamente no momento que a Cabofriense se lançava com mais ímpeto para o ataque. Pouco antes, Maranhã havia recebido em boa condição dentro da área e parou em grande defesa de Rodolfo. Ele ainda tentou aproveitar o rebote, mas foi travado por Reginaldo . O resultado final, contudo, deixou a Cabofriense fora da Taça Rio e mandou o Fluminense para um duelo contra o Flamengo.

CABOFRIENSE

George; Wellington Junior, Lucas Cunha, Victor Silva, Dieguinho (Willian Bersan); Levi, Kaká Mendes, Rafael Pernão (Maranhão), Bruno Tubarão; Watson (Cláudio Pitbull), João Carlos. T.: Antônio Carlos Roy

FLUMINENSE

Rodolfo; Reginaldo, Renato Chaves, Frazan (Marlon Freitas); Léo, Douglas, Airton (Mateus Norton), Luquinhas, Marlon; Roinho, Pablo Dyego. T.: Abel Braga

Local: Bacaxá (RJ)

Juiz: Carlos Eduardo Nunes Braga

Cartões amarelos: Frazan (Fluminense); Victor Silva (Cabofriense)

Gols: Douglas, aos 3min do 2º tempo (Fluminense); Lucas Cunha, aos 29 min do 2º tempo (Cabofriense)

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH