15 de junho de 2024
Sociedade • atualizado em 08/06/2024 às 18:03

Especialistas dão dicas sobre o que fazer para não errar no Dia dos Namorados

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Dia dos Namorados se aproxima e, com ele, a expectativa de inúmeros apaixonados com relação à presentes, comemorações, declarações, dentre outros pontos. Celebrada no dia 12 de junho, a data também gera inúmeras dúvidas e, para ajudar os leitores a não errarem com o par amado, o Diário de Goiás consultou a terapeuta de casais, psicóloga Ana Lídia Fleury, que esclareceu as principais dúvidas para o período.

“O que não se deve fazer de jeito nenhum no Dia dos Namorados, é esquecer a data ou simplesmente deixar de fazer qualquer movimentação de consideração pela pessoa com quem se relaciona. Não é sobre o presente ou sair para comemorar fora, mas é sobre ter uma mínima iniciativa sincera de querer demonstrar afeto e respeito por quem está tendo algum tipo de relacionamento”, evidenciou o profissional.

Ana Lídia frisou que a data gera muitas expectativas em todos os enamorados, sejam no início do relacionamento ou casados de longa data. “Mesmo quem diz que não liga para essa data e que não se importa com presentes, está camuflando uma expectativa natural gerada culturalmente, conforme é comprovado por estudos da psicologia da publicidade”, ponderou.

A psicóloga explicou que, em muitos casos, o Dia dos Namorados pode ser uma data que gera a oportunidade de reconciliação “Através de uma iniciativa de comemoração ou de presentear, isso abranda as emoções que estavam afloradas negativamente”, disse a terapeuta de casais.

Palavras de afirmação

Para surpreender a pessoa que ama, Ana Lídia diz ser importante o uso da linguagem de amor, sobretudo as chamadas “palavras de afirmação”, pois “presentes ou jantares não terão tanto valor a quem recebe, senão tiver associada às palavras de reconhecimento sobre a pessoa e de valorização do relacionamento”, afirmou a terapeuta.

“Acreditem, mesmo na atualidade, onde o consumo segue um ritmo frenético e negativo, as palavras de afirmação ainda é o presente mais esperado em uma data como essa. Já pensou nas palavras que vai falar nessa data?”, ponderou a profissional, que orienta aos casais a já pensarem no que falar neste dia, considerado tão especial para diversos casais.

Atenção aos detalhes

A sexóloga e diretora da marca de produtos íntimos INTT Cosméticos, Stephanie Seitz, lista, ainda, outras dicas consideradas essenciais para a data, voltadas ao reconhecimento e à valorização pessoal, por meio de detalhes, muitas vezes esquecidos. “A verdade é que a magia não está no que se faz, mas como se expressar neste dia tão especial. As pessoas sabem que cada um tem seu jeito e personalidade. Então, é bom lembrar que antes de tudo, as pessoas gostam de ser surpreendidas com algo que as façam se sentir reconhecidas e valorizadas pelo que são”, frisou. 

“Esta é uma boa oportunidade de mostrar o quanto você, namorado(a), se importa com os sonhos e projetos pessoais do seu mozão e vai aquecer o coração dele(a), fazendo algo que vai revelar que  está atento aos seus desejos e necessidades mais secretos”, salientou a sexóloga.

As dicas elencadas por Stephanie são:

1- Não dê desculpas que não sabia o que comprar de presente. Se esqueceu, vacilou! A sugestão é passar em uma floricultura, escrever uma carta, talvez para expressar seus sentimentos. Use a criatividade, mas NÃO fale que você vai escolher depois o presente.

 2 – Para algumas pessoas o Dia dos Namorados é uma data comercial, já para outras trata-se um dia mais que especial. Então, comemorar ou não é uma decisão que deve ser do casal.  Quem sabe fazer uma sessão da aquela massagem adiada ou preparar um jantar à luz de vela em casa?

3- Presentes sem personalidade. Cuidados para tentar inovar e dar bola fora! Esse dia é para lembrar o quanto a pessoa que você ama é especial e não para ser uma ocasião de chacota, não é mesmo? Quer ser criativo, que tal uma vela beijável? Um jogo de cartas interativo para apimentar a relação?

4- Estresse na hora de sair. Você adora a culinária japonesa, mas o seu amor não come peixe cru? A minha dica é evitar o roteiro constrangedor para ambos. O jantar deve ser inesquecível, com ambiente romântico – um aquecimento perfeito para o que vem depois. Já pensou em reservar o restaurante que vocês queriam ir há tanto tempo?

5- Sem encenação na hora de trocar os presentes. Honestidade em primeiro lugar, mas não seja rude. Tente pescar algumas dicas antes, por exemplo, a roupa preferida ou um acessório de sonho de consumo. Aproveite um momento de abertura para uma conversa sincera sobre suas preferências e gostos de cada um. Assim vocês vão evitar muitos desencontros e ainda fortalecer o relacionamento. Aposte nos presentes que podem ser usados a dois, inclusive para sair da rotina com o objetivo de brincar com os sentidos, paladar e aumentar prazer!


Leia mais sobre: / Sociedade