08 de agosto de 2022
Cidades

Enel tem plano de atendimento emergencial para o carnaval

Técnicos estarão de plantão em locais estratégicos. (Foto: Alex Malheiros/Divulgação)
Técnicos estarão de plantão em locais estratégicos. (Foto: Alex Malheiros/Divulgação)

A Enel elaborou um esquema especial de atendimento para garantir o fornecimento de energia durante o período de carnaval. Segundo a companhia, equipes de manutenções emergenciais estarão de plantão, 24 horas por dia, em pontos estratégicos do estado para agilizar o atendimento de emergência.

No total, de acordo com a Enel, 705 viaturas e 1.502 pessoas – operadores de sistemas e subestações, eletricistas, técnicos e engenheiros – trabalharão durante o período carnavalesco para garantir o fornecimento de energia em toda a área de concessão. Em relação ao plano para o mesmo período no ano passado, o número de veículos mais do que dobrou e o de técnicos será cerca de 55% maior.

Para aumentar ainda mais a confiabilidade do fornecimento de energia, foram disponibilizados 73 grupos geradores em cidades turísticas do estado, que podem ser utilizados em casos de contingência, totalizando 12 MVA de potência, que seriam suficientes para atender, por exemplo, a Cidade de Goiás. Além disso, a Enel Goiás possui três subestações móveis, que passaram por uma completa manutenção preventiva, e estão à disposição em caso de alguma falha no fornecimento de energia.

Continua após a publicidade

O esquema especial envolve também a área de atendimento ao cliente, que funcionará normalmente, 24 horas por dia, via Call Center, agência virtual no site da distribuidora, aplicativo Enel Goiás, assistente virtual pelo WhatsApp e por meio dos perfis nas redes sociais Facebook e Twitter. As lojas de atendimento estarão fechadas na segunda-feira (24) e terça-feira (25), e abrirão a partir de meio dia na quarta-feira (26). Os postos de atendimento que funcionam apenas no período da manhã abrirão somente na quinta-feira (27).

Cuidados importantes durante o carnaval

– As ligações clandestinas têm grande risco de causar acidentes e sobrecarregar a rede elétrica. Além de ser crime, o furto de energia ainda prejudica o fornecimento de energia para os clientes regulares. O ideal é sempre procurar um profissional qualificado e solicitar a ligação provisória junto à distribuidora.

Continua após a publicidade

– A bebida alcoólica, somada à direção de veículos, pode causar acidentes graves, envolvendo pedestres, outros veículos e até abalroamento de postes da rede elétrica. Em caso de acidentes desse tipo, a companhia orienta que os envolvidos não toquem os fios e outras estruturas, pois podem haver pontos energizados. É necessário o acionamento imediato da companhia e do Corpo de Bombeiros.

– Os trios elétricos devem ser mais baixos que a altura padrão da rede de energia. A Enel ressalta que esses veículos não devem trafegar sob a rede elétrica se a altura for igual ou maior que a dos fios elétricos, pois além do risco de choque elétrico, há o risco de colisão com os fios e consequente derrubada dos postes, fios e equipamentos da rede elétrica, que podem cair sobre o próprio veículo ou sobre os foliões.

– O uso do paredão de som deve ser feito com responsabilidade. Com frequência pessoas empolgadas dançam sobre eles. A distribuidora orienta que se evite fazer algo semelhante. Além do risco de queda, que pode ser fatal, o folião corre o risco de tocar em fios da rede elétrica que estejam próximos e sofrer um choque.

– Enfeites carnavalescos não devem ser fixados em postes ou na rede elétrica. Nunca a população deve tocar ou levantar os cabos de baixa/média tensão, mesmo se estiver usando luvas isolantes. A rede elétrica só pode ser manuseada por profissionais habilitados da Enel Distribuição Goiás.

Leia mais sobre:
Cidades