08 de agosto de 2022
Cidades

Enel diz que vai recorrer de multa de R$ 9 milhões aplicada pelo Procon

Empresa vai recorrer de aplicação de multa. Foto: Reprodução MPGO
Empresa vai recorrer de aplicação de multa. Foto: Reprodução MPGO

A concessionária de Energia Elétrica, Enel Distribuição Goiás, informou que vai recorrer da multa aplicada na ordem de cerca de R$ 9 milhões pelo Procon estadual. A empresa contesta dados apresentados pelo órgão de defesa ao consumidor em relação a contatos registrados em 2019.

Continua após a publicidade

Em 2019, o Procon Goiás informou que foram registradas 3 mil 184 reclamações contra a Enel, 791 atendimentos a mais na comparação com 2018 (2 mil 393 reclamações). Somente nos seis primeiros dias de 2020, o número já chega a 20 reclamações.

A Enel alega que o volume total de contatos registrados no Procon em 2019 e divulgados pela entidade não dizem respeito apenas à reclamações, mas a diversos tipos de consultas, incluindo pedidos de informações.

A distribuidora argumentou que presta atendimento a todas as solicitações realizadas no Procon e reforça que equipes especializadas realizam os devidos esclarecimentos diretamente ao órgão.

Continua após a publicidade

A empresa ainda destacou que o número de atendimentos relacionados à empresa em 2019 equivalente a menos de 1% (0,1061%) do volume de clientes da distribuidora no Estado.

O Procon Goiás aplicou multa no valor de R$ 9,176 milhões à concessionária Enel Distribuição, após conclusão de dois processos administrativos de investigação preliminar. O objetivo foi de avaliar a má prestação de serviços por parte da empresa.

Leia nota completa enviada pela Enel Distribuição

A Enel Distribuição Goiás informa que vai recorrer da multa, no prazo previsto pelo órgão. A empresa esclarece que o volume total de contatos registrados no Procon em 2019 e divulgados pela entidade não dizem respeito apenas à reclamações, mas a diversos tipos de consultas, incluindo pedidos de informações. A distribuidora ressalta que presta atendimento a todas as solicitações realizadas no Procon e reforça que equipes especializadas realizam os devidos esclarecimentos diretamente ao órgão. A empresa acrescenta que o número de atendimentos relacionados à empresa em 2019 equivalente a menos de 1% (0,1061%) do volume de clientes da distribuidora no Estado.

Leia mais

Projeto de encampação da Enel será pautado no retorno dos trabalhos legislativos, diz Lissauer