28 de junho de 2022
Destaque

Empresários apoiam novo decreto de Caiado

Reunião do Fórum de Entidades Empresariais de Goiás. (Foto: Divulgação)
Reunião do Fórum de Entidades Empresariais de Goiás. (Foto: Divulgação)

O Fórum das Entidades Empresariais do Estado de Goiás (FEE) emitiu nota nesta terça-feira (21) apoiando o novo decreto do governo estadual, publicado na madrugada desta segunda-feira (20) pelo governador Ronaldo Caiado.

A nova normativa flexibiliza as restrições para algumas atividades, como lava jatos, concessionárias, salões de beleza, barbearias, celebrações religiosas, entre outras. Além disso, os prefeitos ganham autonomia para determinarem as regras de seus municípios, implantado-as de acordo com a realidade local da epidemia.

De acordo com o FEE, o decreto se baseou em critérios técnicos e científicos e atende diretrizes defendidas pelo setor produtivo para a flexibilização das restrições econômicas “com total segurança de suas atividades, dos trabalhadores e da população sem comprometer o rígido e necessário controle da contaminação”.

Continua após a publicidade

A entidade pede aos empresários que retomarão atividades que mantenham o máximo rigor e cumpram as normas estabelecidas no decreto para evitar um “retrocesso no processo de flexibilização para a reabertura gradual e consistente das atividades dos segmentos produtivos e para a retomada do desenvolvimento econômico de Goiás”.

O FEE diz ainda que seguirá dialogando com os 246 prefeitos goianos para defender e auxiliar associados de todos os segmentos econômicos. O fórum finaliza afirmando que está disposto a colaborar com a adoção de novas medidas que visem uma retomada mais rápida do crescimento econômico e também dar fim à atual crise sanitária.

O fórum é composto por oito entidades, com a Federação das Indústrias (Fieg), Federação da Agricultura (Faeg), Associação Pró-Desenvolvimento Industrial (Adial), Associação Comercial e Industrial (Acieg), Federação do Comércio (Fecomércio), Federação das Associações Comerciais (Facieg), Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL) e Organização das Cooperativas (OCG-GO).

Continua após a publicidade