26 de junho de 2022
Esportes

Empresário reafirma desejo de Lewandowski deixar o clube: ‘Bayern é passado’

Foto - Divulgação UEFA
Foto - Divulgação UEFA

A história de Robert Lewandowski na Alemanha, ao que tudo indica, está próximo de um fim. Seu empresário, Pini Zahavi, voltou a afirmar neste domingo que o atacante polonês quer deixar o Bayern de Munique já nesta próxima janela de transferências.

“Para Lewandowski, as coisas estão muito claras: ele quer deixar o Bayern neste verão”, disse Zahavi ao jornal alemão Bild. Segundo a imprensa europeia, o Barcelona teria feito uma oferta ao jogador, em torno de 32 milhões de euros (R$ 164 milhões). O atacante ainda tem um ano de contrato com o Bayern, mas a sua vontade de deixar a Alemanha pode ser um fator.

“É claro que eles podem manter Robert por mais um ano. Para ser justo, ele tem contrato até 2023, mas eu não o recomendaria. Para Robert Lewandowski, o Bayern é passado”, afirmou seu agente Segundo Zahavi, Lewandowski se sente desrespeitado pelo Bayern há alguns meses. “No ano passado, perguntei à diretoria do Bayern o que pensavam sobre uma extensão de contrato. A resposta foi um silêncio”.

Continua após a publicidade

Zahavi também pontuou que o Bayern perdeu Lewandowski tanto como jogador quanto como pessoa. “Ainda não houve uma nova proposta do clube, mas ele quer realizar seus sonhos após oito anos em Munique”, afirmou o empresário em possível referência ao Barcelona.

Por outro lado, Oliver Khan, presidente-executivo e ídolo do Bayern, e o diretor esportivo Hasan Salihamidzic, afirmaram publicamente que não deixarão Lewandowski partir antes de 2023, quando seu atual vínculo contratual chegará ao fim. Salihamidzic criticou a postura de seu agente, em entrevista ao canal “Sport 1”. “(Lewandowski) tem um conselheiro que colocou coisas em sua cabeça o ano todo”.

Lewandowski venceu os dois últimos prêmios de Melhor Jogador do Ano da Fifa e conquistou todos os títulos possíveis durante sua passagem pelo Bayern de Munique, onde chegou em 2014. Destacam-se os oito títulos consecutivos do Campeonato Alemão e uma Liga dos Campeões, em 2020.

Continua após a publicidade

(Conteúdo Estadão)