27 de maio de 2024
Interesse econômico • atualizado em 15/05/2024 às 17:27

Empresa chinesa pretende investir aporte de R$ 2 bilhões em projeto para expansão em Goiás

Executivos da Fufeng Group, líder global em biofermentação, se reuniram com o vice-governador para apresentar o projeto da expansão da empresa no Estado
O governador em exercício, Daniel Vilela, recebeu os empresários chineses para falarem sobre as propostas do projeto. Fotos: Hegon Corrêa
O governador em exercício, Daniel Vilela, recebeu os empresários chineses para falarem sobre as propostas do projeto. Fotos: Hegon Corrêa

A empresa chinesa Fufeng Group, líder global em biofermentação, pretende expandir os negócios em Goiás. A estimativa do projeto de expansão gira em torno de R$ 2 bilhões. Os executivos da multinacional estiveram reunidos com o vice-governador Daniel Vilela (MDB), na última terça-feira (14), para apresentarem as propostas.

Conforme os investidores, a iniciativa visa a construção de uma nova planta fabril. A empresa tem o milho como principal matéria-prima para seus produtos e voltou seus olhos para terras goianas em razão do estado ser destaque na produção do grão. Além de Goiás, a companhia já iniciou os levantamentos em diferentes regiões da América do Sul.

A Fufeng Group atua em diversos setores-chave da indústria, incluindo nutrição animal, alimentos e bebidas, farmacêutica, saúde e bem-estar, além do setor de petróleo e gás. A nova estrutura deve ter capacidade anual de produção de 120 mil toneladas de treonina e 180 toneladas de lisina de grau alimentício.

Negociações

Entre as áreas estudadas para expansão da empresa chinesa, Goiás está em destaque. Na reunião, que aconteceu no Palácio Pedro Ludovico, em Goiânia, o vice-governador se mostrou entusiasmado com as possibilidades de negociações. “Nosso estado está entre os maiores produtores, temos toda infraestrutura necessária para o escoamento e queremos tornar Goiás a melhor opção para investimentos chineses”, declarou Daniel Vilela.

Vilela aproveitou a oportunidade para listar os atrativos do Estado. “Queremos aprofundar nessa discussão de trazê-los para Goiás. Aqui temos benefícios fiscais, garantia de segurança jurídica e política para fazer do nosso estado o endereço para expansão”, afirmou.

A empresa ainda não definiu o município de maior interesse, no entanto, demonstrou pretensão de investimentos. “Temos rica experiência neste setor produtivo e entendimento de investimento e mercado. Este é um projeto estratégico do grupo e ficamos felizes em ver o entusiasmo do Governo de Goiás com nossas perspectivas”, disse o vice-presidente e gerente de investimentos no exterior da Fufeng Group, Bao Xin.


Leia mais sobre: / / / Notícias do Estado

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.