28 de junho de 2022
Brasil

“Embaixador” Eduardo Bolsonaro tem encontro rápido com Trump

(Foto: Paola de Orte/ Agência Brasil)
(Foto: Paola de Orte/ Agência Brasil)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) tem procurado criar corpo para pavimentar e consolidar a iminente indicação de seu nome à embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Se dias atrás, falou que está empenhado estudando história pelo Youtube, ontem (30/08) esteve reunido com o presidente norte-americano, Donald Trump.

De acordo com a revista Veja, o filho de Jair esteve durante 30 minutos com Trump. Estava ao lado do chanceler, Ernesto Araújo. Na primeira visita de Jair Bolsonaro ao país norte-americano, seu ministro das Relações Exteriores foi preterido e o presidente preferiu levar o filho ao Salão Oval.

Por meio do Twitter, Eduardo comentou o encontro. Disse que o presidente recebeu uma “comitiva não presidencial” o que mostrava a “deferência dos EUA para com o Brasil”.

Continua após a publicidade

Concluiu com uma postagem dizendo que além do desenvolvimento sustentável da Amazônia com estabelecimentos de acordos de livre-comércio, o treinamento militar de forma conjunta entre países foi discutido. “Além, disso, Sr. Trump aceitou nossa proposta de trabalhar conjuntamente para desenvolver de forma sustentável a Amazônia. Acordos de livre comércio e de treinamento militar conjunto foram falados”, mencionou.

Não foram dados mais detalhes do que foi discutido nem a forma como se dará a sequência dessas discussões. Eduardo disse apenas que se houvesse algo seu pai comunicaria à imprensa.

Já o chanceler Ernesto afirmou que o encontro foi raro e lembrou o fato de que o presidente norte-americano recebiam pessoas que não eram chefes de Estado. “Foi um excelente encontro. Um encontro muito raro, deve ser uma das primeiras vezes que o presidente americano recebe pessoas que não são chefe de Estado. Isso foi uma deferência especial que mostra o caráter que tem hoje a relação Brasil-Estados Unidos”, avaliou o chanceler brasileiro”, concluiu.

Continua após a publicidade