27 de maio de 2022
Brasil

Em reunião da FNP, Dilma conquista apoio de prefeitos

Representantes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) organizaram uma reunião com a presidente Dilma Rousseff (PT), que foi realizada nesta quarta-feira (8) pela manhã, no Palácio do Planalto, em Brasília. O prefeito de Aparecida de Goiânia e vice-presidente nacional da FNP, Maguito Vilela (PMDB), disse que os gestores municipais levaram suas demandas à presidente, mas que o momento é de ser solidário e compreensivo com o governo federal.

Uma reunião muito proveitosa, discutimos todos os problemas que estão aflingindo os municípios brasileiros. A presidenta falou dos problemas que a União está enfrentando também em função dessa crise econômica que bate à porta de todos. Mas que nesse momento temos que ter solidariedade no sentido de encontrar uma solução para o problema”, afirmou.

Continua após a publicidade

De acordo com Maguito, a saída para esse momento de crise é passar, primeiro, pelo ajuste fiscal. Apesar de trazer uma situação difícil, é necessária. “É importante que todo mundo saiba que o ajuste fiscal num primeiro momento parece que vai trazer alguns problemas para os municípios e os estados, mas a médio e longo prazo é extremamente necessário. Depois que passar esse momento de ajuste fiscal, depois da tempestade vem a bonança”.

Com todos os números e dados na cabeça, a Dilma mostrou para os prefeitos que tem está ciente de tudo que está acontecendo no Brasil durante essa crise e que tem a “responsabilidade e as rédeas nas mãos”.

Em contrapartida ao relacionamento republicano e auxílio que o governo federal disponibilizou aos gestores que o procuraram, o peemedebista explicou que agora é hora dos prefeitos se unirem para ajudar a presidente.

Continua após a publicidade

Eu acho que na hora que todo mundo precisou dela, ela foi solidária, com obras, com benefícios, com programas sociais robustos. Ela nos ajudou muito e ajudou o país. Agora ela está precisando de todos nós e é hora de retribuir essa solidariedade”, concluiu.

Leia mais sobre:
Brasil