25 de maio de 2024
Defesa

Em live, Gusttavo Lima chora e desabafa sobre polêmica envolvendo seu nome: “não tenho ligação com dinheiro público”

Cantor receberia 1,2 milhão para a realização de show na cidade de Conceição do Mato Dentro, em MG
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Gusttavo Lima usou o seu perfil nas redes sociais na noite desta segunda-feira (30), para se pronunciar e desabafar a respeito de polêmicas envolvendo o seu nome com relação a cachês de shows pagos por prefeituras. O assunto ficou em alta após divulgação de que o sertanejo, dentre outros artistas, receberia o valor de R$ 1,2 milhão para se apresentar na cidade de Conceição do Mato Dentro, interior de Minas Gerais.

Ao iniciar o desabafo, Gusttavo Lima frisou ser alguém de caráter, que nunca se beneficiou sobre dinheiro público e paga todos os seus impostos. “A minha vida foi sempre trabalhar”, disse, com a ressalva de que a realização de shows públicos trata-se de algo normal. “Acho que todos os artistas já fizeram show de Prefeitura e isso é sobre valorizar a nossa arte”, frisou. “Não é porque é uma prefeitura que vou deixar de cobrar o meu valor. A gente paga as nossas contas com isso”, salientou.

“Sou um cara que faz poucos shows de prefeitura. E quando a gente faz algum, a gente é massacrado como bandido, como se fosse um ladrão que estivesse roubando dinheiro público. E não é isso. Eu sou um trabalhador normal, igual a todos vocês”, enfatizou o cantor. “Vocês não sabem o quanto isso tem me prejudicado emocionalmente e fisicamente, na última semana”, acrescentou.

Gusttavo Lima citou, ainda, outros casos polêmicos envolvendo o seu nome e, em lágrimas, frisou ser alguém correto, se colocando à disposição de “qualquer órgão” para comprovar a veracidade dos fatos. “Nem infância eu tive direito, porque eu comecei a trabalhar com nove anos de idade”, ponderou, ao lembrar as dificuldades enfrentadas. “Tudo o que eu tenho foi trabalhado e conquistado com muito suor”, ressaltou.

Por fim, o cantor afirmou estar cansado de “esculhambações” e pediu cautela a respeito de divulgações envolvendo o seu nome. “Às vezes dá vontade de me desligar, sumir e desaparecer, para ver se essa perseguição acaba”, desabafou. “De coração, eu juro para vocês que estou cansado, cara. Eu tô a ponto de jogar a toalha”, destacou, em lágrimas, agradecendo, ainda, o carinho dos fãs que o acompanham e apoiam. “A gente tá vivendo um tempo, uma geração cruel, que vale tudo por mídia”, finalizou


Leia mais sobre: / / / Cidades