22 de abril de 2024
Afogamento • atualizado em 01/01/2024 às 17:16

Em Itumbiara, dois jovens morrem afogados após tentarem salvar mulher

Segundo testemunhas os jovens foram socorrer uma vítima do sexo feminino que estava se afogando
O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher os corpos e realizar a perícia. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros).
O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher os corpos e realizar a perícia. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros).

Na manhã desta segunda-feira (1), dois jovens morreram no rio Paranaíba em Itumbiara, um de 18 anos e outro de 20 anos. Segundo testemunhas eles foram socorrer uma vítima do sexo feminino que estava se afogando.

A mulher conseguiu se salvar e as vítimas submergiram e não voltaram mais. Após intensa busca feita pelo Corpo de Bombeiros Militar de Itumbiara, foram encontrados sem vida a 7 metros de profundidade.

O Instituto Médico Legal (IML) também estava presente para recolher os corpos e realizar a perícia.

Índice de afogamento em Goiás

Em 2023, o Corpo de Bombeiros registrou 174 casos de afogamento em Goiás. O número é 65,71% maior do que o registrado em 2022, quando foi registrado 105 afogamentos. Segundo o balanço anual, os lagos foram os locais de maior incidência de afogamentos, registrando um total de 64. Em seguida, os rios, com 47 casos. Em córregos foram registrados 11 casos e 2 em cachoeiras. Na categoria “outros”, foram registrados 10 casos.


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019