22 de abril de 2024
Variação de preços • atualizado em 02/01/2024 às 12:43

Em Goiás, mercado lácteo apresentou recua em dezembro, diz pesquisa

A pesquisa considerou a variação média de cinco produtos que compõem a cesta definida pela Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás
Com uma metodologia simplificada, o levantamento mostra a variação de preços de cinco produtos. (Foto: Freepik).
Com uma metodologia simplificada, o levantamento mostra a variação de preços de cinco produtos. (Foto: Freepik).

Em dezembro, o índice da cesta de derivados lácteos recuou no mês de dezembro, com uma variação total de -1,11%. Os dados foram apresentados à Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás em 29 de dezembro de 2023 e publicados no Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano.

A pesquisa considerou a variação média de cinco produtos que compõem a cesta definida pela Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás: leite UHT integral, leite em pó integral, queijo muçarela, leite condensado e creme de leite a granel.

Com uma metodologia simplificada, o levantamento mostra a variação de preços de cada um dos produtos. O leite UHT, leite condensado e leite em pó apresentaram variações negativas de -4,84%, -3,13%, e -1,35%, respectivamente. Por outro lado, o creme de leite registrou a maior variação positiva de +6,30%, enquanto o queijo muçarela teve um aumento de +0,61%. Confira:

É explicado na pesquisa, que os preços do leite condensado se referem aos meses de setembro e outubro, respectivamente. Essa defasagem acontece porque a pesquisa de preços do leite condensado possui periodicidade mensal e os valores são divulgados apenas na última semana do mês de referência pela empresa de pesquisa MilkPoint Mercado.

Pagamento ao produtor

Vale lembrar que em outubro, o preço do litro de leite pago ao produtor chegou a custar em média R$2,22, uma queda de 13,6% em relação ao mesmo período do mês anterior, de acordo com a IFAG (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás). Os dados foram divulgados na revista Agro em Dados edição de novembro.


Leia mais sobre: / / / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019