21 de maio de 2024
Renovação • atualizado em 26/01/2023 às 15:24

Em Goiânia, Eduardo Leite diz que Marconi Perillo é importante para o processo do “novo PSDB” 

O governador gaúcho vem sendo apontado pelo partido como símbolo de renovação
Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). (Foto: Domingos Ketelbey / DG)
Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). (Foto: Domingos Ketelbey / DG)

Prestes a assumir a presidência nacional do PSDB, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, destacou os novos rumos que a sigla deve tomar ao empossar novas lideranças. O gaúcho falou com à imprensa ao final da Sessão Solene da entrega do Título de Cidadania Goiana que ele recebeu nesta quinta-feira (26) concedido pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Eduardo Leite vem sendo apontado pelo partido como símbolo de renovação. O gaúcho será formalizado como vice-presidente da sigla em reunião da Executiva Nacional. Posteriormente, na próxima quinta-feira (2), assumirá como presidente interino, com a renúncia da atual direção, Bruno Araújo.

Dentro deste processo de mudança e renovação, Eduardo Leite destaca que o PSDB em Goiás tem como referência o ex-governador e líder do partido estadual, Marconi Perillo.

Como referência que sempre foi em sua liderança no partido, o ex-governador Marconi Perillo vai ser ouvido para que a gente possa construir a base desse novo momento. Marconi Perillo tem um papel importante nesse processo do novo PSDB

Eduardo Leite, Governador do Rio Grande do Sul

Fragilizado, desde as eleições 2022 o partido acabou enfraquecendo em todas as esferas, e por final, não apresentou nenhuma candidatura à presidência da República. O PSDB goiano também ficou ‘empacado’, pois não despontou candidatura ao Palácio das Esmeraldas, e por fim, a tentativa de uma cadeira no Senado também foi sem sucesso. Marconi perdeu para o empresário Wilder Morais (PL)

Nos bastidores, os rumores seria de uma possível saída de Marconi do PSDB que tentava caminhar rumo ao PSB, mas as renegociações com a sigla não prosseguiram porque o senador Jorge Kajuru, o qual cruza embate com o tucano, se filiou com o partido do vice-presidente da República no último dia 19. Portanto, Marconi garante que continuará no PSDB mesmo após ter recebido convites de outras legendas, as quais ele não citou nomes.

Após os murmurinhos que o partido vem enfrentando, Eduardo Leite destaca que agora o PSDB passa por um novo ciclo, um novo momento com novas circunstâncias políticas.

”As novas lideranças que assumem o partido e que vão ter protagonismo vão precisar expressar isso no entendimento de respeito ao passado, e aqueles líderes tradicionais do partido, com entendimento das novas lideranças assumindo seu papel”, frisa.


Leia mais sobre: / / / Política

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.