13 de junho de 2024
Reajuste ideal

Em Anápolis, salário mínimo deveria ser R$ 9.555 para suprir despesas básicas, aponta pesquisa UEG

O valor foi estipulado com base nos custos da cesta básica na cidade, em maio, considerando a determinação constitucional que estabelece a cobertura das despesas básicas familiares
A pesquisa aponta que o salário mínimo deveria ser 6,76 vezes maior do que o vigente atualmente. Foto: Samuel Sousa
A pesquisa aponta que o salário mínimo deveria ser 6,76 vezes maior do que o vigente atualmente. Foto: Samuel Sousa

Uma pesquisa feita pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas/NEPE, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), apontou que o salário mínimo ideal para o mês de maio, em Anápolis, deveria ser de R$ 9.555,56. O número foi baseado nos valores da cesta básica praticados na cidade, e considerou a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir despesas de uma família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

Conforme a Pesquisa Mensal de Cesta Básica de Anápolis, feita pelo NEPE-UEG, a cesta básica custou R$ 786,50 em abril e R$ 761,36 em maio, representando, respectivamente, 60,22% e 58,28% do salário mínimo líquido de um trabalhador. Os valores das despesas com alimentação são equivalentes a 139 horas e 29 minutos de trabalho, considerando a inflação do mês de abril, e 128 horas e 14 minutos, em maio.

Custos com alimentação

O levantamento também apontou que houve queda de 3,21%, em geral, nos preços dos itens avaliados comparando os meses de abril e maio. Entre os mais caros estão a carne bovina, arroz e feijão. Em abril, 6kg de carne boniva custaram R$ 219,27, e R$ 210,53 em maio, equivalente a 37h e 03 min de trabalho em abril e 35h e 28 min em maio.

Em abril, 5kg de arroz custaram R$ 30,28, equivalente a 5h e 07 min de trabalho e, em maio, R$ 30,20, o valor de 5h e 05 min de trabalho. Já o feijão, os 4,5kg necessários para o consumo familiar mínimo mensal custaram R$ 39,81 em abril e R$ 37,90 em maio, equivalente a 6h e 42 min e 6h e 23 min de trabalho, respectivamente.

Salário ideal

A pesquisa constatou que, levando em consideração que a alimentação custa, em média, até 1/4 do salário mínimo do trabalhador brasileiro, o valor ideal do salário mínimo no mês de maio, para a população residente em Anápolis, deveria ser 6,76 vezes maior do que o salário vigente atualmente.

Assim sendo, a conclusão foi que, para a manutenção de uma família de quatro pessoas, o salário mínimo ideal deveria ser de R$ 9.555,56 este mês, quando na realidade, é de R$ 1.412,00, conforme o estipulado pelo governo federal. Em abril, esse número foi ainda maior, sendo o valor necessário de R$ 9.872,38, correspondendo a 6,99 vezes o piso mínimo.


Leia mais sobre: / / / Anápolis / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024. Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa.