21 de junho de 2024
Eleições 2012

Montividiu: uma cidade com 3 candidatas à prefeitura

Professora Jalmira, Débora Pedroso e Suely Cruvinel: as candidatas a prefeita

 Com o fim do segundo mandato do prefeito Edson Bueno Coutinho, o Edson da Farmácia (PT), às vistas, as mulheres roubam a cena eleitoral em Montividiu e formam disputa pela prefeitura municipal puramente feminina. Três damas e um só objetivo: o poder da canetada.

 A definição do cenário inédito na cidade do sudoeste goiano, contou com auxílio do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que negou o registro do pré-candidato Afonso Fonseca Júnior (PSDB), ex-prefeito da cidade.  O tucano teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e lançou sua mulher, Suely Gonçalves (PTC), no pleito.

A apresentação das candidatas aconteceu somente em julho, após a decisão do TRE. Até então, apenas Débora Pedroso (PTB), atual vice-prefeita da cidade, era cogitada como prefeitavel. A petebista foi vereadora e presidente da Câmara Municipal de Montividiu durante o primeiro mandato do petista.

Em 2008, Débora compôs a chapa que reelegeu Edson, mas rompeu politicamente com o grupo da situação após uma reunião partidária em dezembro passado. Na ocasião, a vice-prefeita foi lançada como pré-candidata da oposição, com apoio do deputado federal Jovair Arantes (PTB), atual candidato à prefeitura da Capital.  

Sem interesse em coligar com a chapa petebista, invertendo as posições no pleito, o Partido dos Trabalhadores lançou Jalmira Ghanem (PT) como candidata própria. Secretária de educação, a petista foi escolhida de última hora. Sua indicação foi estimulada pela configuração feminina da disputa que gerou simpatia nos moradores da cidade.

Entre as mulheres montividenses, a opinião é generalizada: “Será excelente para cidade uma prefeita.” Alice Freitas, secretaria no município, é incisiva ao ressaltar a necessidade de um olhar feminino sobre a gestão municipal. “Precisamos de alguém que se atente para os detalhes, que se importe com questões básicas para a qualidade de vida em nossa cidade”, afirma.

A professora de alfabetização da rede pública do município, Luciana Silva, aprofunda a análise: “Esta disputa eleitoral reflete a gestão da presidente Dilma Rousseff. Ela está mostrando que a mulher faz política diferente do homem. Diferente e melhor. Nós conseguimos aliar pragmatismo com sentimento. Enxergamos a necessidade física e psicológica da população.”

“Independente do resultado em outubro deste ano, uma coisa é certa: viveremos um novo momento da política em Montividiu”, finaliza Fátima Consuelo, também moradora da cidade.


Leia mais sobre: Eleições 2012