26 de maio de 2022
Política

Educação vai discutir cumprimento do piso salarial de professores

Deputados querem ouvir estados que não cumprem a Lei do Piso

A Comissão de Educação e Cultura realizará nesta terça-feira (22)  audiência pública para discutir a implementação do piso nacional dos professores, previsto na Lei 11.738/08 e fixado, hoje, em R$ 1.451,00. Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), pelo menos 13 estados não pagam esse valor.

Continua após a publicidade

O debate foi proposto pelo deputado Luiz Noé (PSB-RS). Ele citou a situação dos professores da rede estadual gaúcha, que recebem piso de R$ 791 – o menor do País. O governo do estado argumenta que o vencimento básico dos professores ficou “achatado” ao longo dos anos.

“Para inflar o salário, a remuneração total é composta por extras, como gratificações a abonos. Mas a Lei do Piso determina que o valor mínimo tenha como referência o vencimento inicial e não inclua na conta esses adicionais”, disse o deputado.

Foram convidados:

Continua após a publicidade

– o chefe da Casa Civil do Rio Grande do Sul, Carlos Pestana Neto;

– o secretário de Administração de Pernambuco, Ricardo Dantas;

– o prefeito de Cruz Alta (RS), Vilson Santos;

– o presidente da CNTE, Roberto Leão;

– o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski.

A reunião será realizada às 14 horas, no Plenário 10. (Agência Câmara de Notícias)

Leia mais sobre:
Política