15 de abril de 2024
ANÚNCIO SURPRESA

Durante 1ª sessão, Bruno Peixoto reafirma a Caiado que está decidido a não disputar prefeitura

“Assumo aqui o compromisso de permanecer na assembleia”, disse o deputado do União Brasil
Bruno Peixoto reafirmou que vai trabalhar candidatura a deputado federal - Foto: Agência Assembleia / Maykon Cardoso
Bruno Peixoto reafirmou que vai trabalhar candidatura a deputado federal - Foto: Agência Assembleia / Maykon Cardoso

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Bruno Peixoto (UB), usou a Tribuna para anunciar em definitivo sua desistência à pré-candidatura à prefeitura de Goiânia nas eleições desse ano. “Assumo aqui o compromisso de permanecer na assembleia”, declarou ele.

A fala veio na retomada dos trabalhos legislativos nesta quarta-feira (15), depois de um balanço detalhado da gestão, minutos antes do discurso do governador (clique e leia).

“Vamos para Brasília”

“Muitos têm me perguntado o que vou disputar, confirmo aqui, perante cada um de vocês, e do nosso governador: juntamente com o governador, vamos para Brasília, vou disputar a eleição de deputado federal”, reforçou Bruno. Ele fazia alusão à pré-candidatura de Caiado à presidência da República em 2026.

A declaração veio depois de meses em que o parlamentar trabalhou para ser o escolhido da base de Caiado na disputa pela Prefeitura de Goiânia. A estratégia não foi bem vista por palacianos e gerou atritos.

Balanço da gestão

Durante quase 10 minutos, Bruno Peixoto fez um balanço onde classificou de excelentes os resultados obtidos. Ele dividiu a avaliação com os colegas parlamentares e servidores. “Reduzimos os custos, extinguindo locação de veículos, máquinas, contratos de prestação de serviço sem a perda de qualidade”, pontuou.

Também citou que a Alego se abriu para a comunidade e funciona todos os dias da semana. “A média fechada em 31 de dezembro foi histórica, com mais de 3 mil visitantes por semana”, acrescentou. Ele falou ainda de programas e da implantação do ponto de acesso com leitura facial que deu mais segurança.

A economia através de licitações e pregões, segundo Bruno Peixoto, alcançou R$ 7 milhões. Em inovação tecnológica, ele citou a Alego tem sido modelo para outras assembleias. E a Assembleia Digital, que eliminou o uso de papel nos processos administrativos e legislativos, gerou economia de R$ 1 milhão em serviços de impressão e papel, além dos benefícios ambientais.

Ele se deteve ainda em salientar que a reformulação do Portal Transparência da Alego levou o órgão a ser premiado com o Selo Diamante da Associação dos Tribunais de Contas dos Estados e ao 1º lugar em transparência.


Leia mais sobre: / / Goiânia / Política

Marília Assunção

Jornalista formada pela Universidade Federal de Goiás. Também formada em História pela Universidade Católica de Goiás e pós-graduada em Regulação Econômica de Mercados pela Universidade de Brasília. Repórter de diferentes áreas para os jornais O Popular e Estadão (correspondente). Prêmios de jornalismo: duas edições do Crea/GO, Embratel e Esso em categoria nacional.