27 de maio de 2022
Cidades

Dupla é presa suspeita de fraude em licitação para compra de cestas básicas em Itapaci

Prisões ocorreram em Itapaci. (Foto: Reprodução)
Prisões ocorreram em Itapaci. (Foto: Reprodução)

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira (12), em Itapaci, no Vale do São Patrício, suspeitas de fraudes em licitação para a compra de cestas básicas que eram distribuídas à população carente.

As prisões ocorrem no âmbito da 2ª fase da Operação Welfare. Conforme a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), as investigações mostraram que, nos anos de 2017 a 2020, houve o direcionamento de licitações realizadas pelo município de Itapaci para que um mesmo estabelecimento comercial vencesse os procedimentos e pudesse fornecer cestas básicas que seriam distribuídas por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

A Polícia Civil afirma que existem indícios de que o chefe do Departamento de Compras da Prefeitura de Itapaci, a quem cabia a incumbência de repassar as necessidades de aquisições da administração e dar início aos procedimentos licitatórios, é a pessoa que de fato administra o supermercado que tronou-se vencedor de 11 licitações seguidas no município.

Continua após a publicidade

Somente com a aquisição de cestas básicas no período investigado, o município empenhou o montante de R$ 3,136 milhões. A Dercap apurou ainda que a distribuição das cestas básicas não atendeu a todas as pessoas inscritas nos programas sociais da prefeitura.

Os suspeitos são investigados por associação criminosa, fraude a licitação e peculato, cujas penas máximas, se somadas, podem chegar a 19 anos de prisão