23 de julho de 2024
Cidades • atualizado em 22/12/2021 às 19:01

Dose de reforço contra a covid-19 deve ser preferencialmente da Pfizer; veja a recomendação

Doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer. (Foto: Prefeitura de Luziânia)
Doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer. (Foto: Prefeitura de Luziânia)

A dose de reforço aplicada em adultos maiores de 18 anos de idade, independente da vacina aplicada anteriormente, deve ser da Pfizer. O esclarecimento foi feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), a pedido do Diário de Goiás.

A pasta lembra que segue a recomendação do Ministério da Saúde e ressalta que o reforço está disponível a todos que completaram o esquema vacinal há pelo menos quatro meses.

Caso não haja doses disponíveis da Pfizer, vacinas de vetor viral, como Janssen e AstraZeneca, também podem ser usadas.

Já aqueles que tomaram a dose única da Janssen devem tomar uma segunda dose do mesmo imunizante, dois meses após a primeira aplicação.

Veja a explicação da SES-GO:

A SES-GO destaca que a vacina a ser utilizada para a dose de reforço deverá ser, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro (Comirnaty/Pfizer) ou, de maneira alternativavacina de vetor viral (Janssen ou AstraZeneca).

Pessoas que tomaram o esquema básico (D1 e D2) com a Comirnaty/Pfizer,, preferencialmente tomará o reforço com a Comirnaty/Pfizer, ou de maneira alternativa, a vacina de vetor viral (Janssen ou AstraZeneca).

Indivíduos que tomaram a primeira dose de Janssen deverá ser administrado o reforço com a mesma vacina da Janssen com intervalo de 2 meses após a dose única.


Leia mais sobre: / / / Cidades