23 de junho de 2024
Política

Diferença de Lula para Bolsonaro dobra em um mês, diz PoderData

(Foto: Reprodução/Twitter Lula)
(Foto: Reprodução/Twitter Lula)

A diferença entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) dobrou na pesquisa de intenção de votos para o primeiro turno da eleição presidencial de 2022 do PoderData.

Na pesquisa divulgada nesta quarta-feira (22), o petista aparece com 40% das intenções de voto. O atual presidente tem 30%, numa diferença de dez pontos percentuais. No levantamento realizado em novembro, a distância era de cinco pontos percentuais, uma vez que Lula tinha 34%, e Bolsonaro aparecia com 29%.

Veja: Petista também lidera Ipec

O atual presidente apresentou crescimento de 1%, portanto, dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais. Todavia, Lula cresceu acima da margem, com seis pontos percentuais.

Terceira via ainda não emplaca

A terceira via ainda não consegue aparecer com força entre os dois principais candidatos. O nome mais forte para tentar entrar no jogo é do ex-juiz Sergio Moro (Podemos), que tem 7%. Ele fica tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT) e João Doria (PSDB), ambos com 4%. No mês passado, Moro tinha 8%, Ciro aparecia com 7%, enquanto Doria somava 5%.

Em seguida, ainda aparecem André Janones (Avante), com 2%, o senador Alessandro Vieira (Cidadania), com 1%, e Simone Tebet (MDB), também com 1%. Felipe d’Ávila (Novo) e Rodrigo Pacheco (PSD) não pontuaram no levantamento.

Veja as intenções de voto na PoderData.

Segundo turno

Lula aparece como favorito em todos os cenários do segundo turno. As menores diferenças são contra Bolsonaro e Moro, mas o petista ainda lidera com folga de 20 pontos percentuais: 54% a 34% contra o atual presidente e 50% a 30% frente ao ex-juiz da Lava Jato.

Se o adversário for Ciro Gomes, Lula vence por 31 pontos. Se o segundo turno fosse contra Doria, a vantagem seria de 32 pontos percentuais.

A pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 3.000 entrevistas em 494 municípios nas 27 unidades da Federação de 19 a 21 de dezembro de 2021.


Leia mais sobre: / / / Destaque / Política