26 de junho de 2022
Reconfigurando a rota • atualizado em 27/05/2022 às 12:34

Desistência de José Eliton força PSB a avaliar ‘novo cenário’

Preisdente da legenda em Goiás, Elias Vaz irá se reunir com a executiva do partido junto com Eliton neste sábado (28)
Dois meses após assinar sua ficha de filiação, José Eliton retira pré-candidatura (Foto: Divulgação)
Dois meses após assinar sua ficha de filiação, José Eliton retira pré-candidatura (Foto: Divulgação)

A retirada da pré-candidatura do ex-governador José Eliton, do PSB, poderá fazer o partido avaliar sua rota diante das eleições em 2022. A executiva estadual do partido irá se reunir neste sábado (28/05) para avaliar os rumos da legenda diante da indefinição dos partidos que compõe a Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV) em escolher o nome que irá conduzir o projeto na chapa majoritária.

Até então, o PSB mesmo fora da federação, caminhava com os partidos como aliado. A tendência é que José Eliton encabeçasse a chapa, mas a demora na definição fez com que o ex-tucano retirasse sua pré-candidatura. Ao Diário de Goiás, o presidente da legenda em Goiás, deputado federal Elias Vaz disse que o partido respalda a decisão do ex-goverandor, haja vista que a falta de definição especialmente por parte do PT inviabiliza a construção de uma candidatura consistente. 

“Nós respaldamos a posição do Zé Eliton respeitamos a posição dele até porque essa indefinição, ela vai inviabilizando a construção de uma de uma candidatura consistente”, pontuou. “O entendimento é que, sinceramente, não dá pra ficar aguardando e acho que [José Eliton] teve uma postura que tem o nosso a nossa no mínimo a nossa compreensão”. Vaz diz que a executiva do partido irá se reunir com o ex-governador José Eliton, neste sábado, para avaliar como a legenda seguirá seus rumos diante do novo cenário.

Continua após a publicidade

José Eliton diz que irá continuar apoiando Lula e Geraldo Alckmin enquanto pré-candidato do PT prega amizade

Em sua carta de anúncio da retirada de pré-candidatura divulgada na íntegra pelo Diário de Goiás, José Eliton prega que continua trabalhando em Goiás para a construção e fortalecimento da chapa nacional composta pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Apesar da indefinição do PT em Goiás, o clima entre os partidos é mais de tristeza do que de mágoa.

O próprio pré-candidato do PT, Wolmir Amado, destacou ao Diário de Goiás, sua tristeza no desembarque da candidatura de Eliton e pregou amizade entre os dois. “Seguramente, vamos continuar fazendo uma caminhada juntos. Não somos adversários, somos aliados. Não há divergência entre a gente. Lamento que ele tenha retirado seu nome”, destacou.

Continua após a publicidade