16 de julho de 2024
Atlético Goianiense • atualizado em 19/06/2024 às 22:10

Derrotado pelo Criciúma, Adson Batista diz que Atlético-GO jogou no lixo a vitória diante do Fluminense

Adson Batista - Presidente do Atlético Goianiense (Foto - Leo Iran)
Adson Batista - Presidente do Atlético Goianiense (Foto - Leo Iran)

A comemorada vitória diante do Fluminense no Maracanã foi “jogada no lixo”. O presidente do Atlético-GO, Adson Batista, se expressou desta maneira após a derrota desta quarta-feira (19), para o Criciúma, no Estádio Antônio Accioly. A partida foi válida pela 10ª Rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. “Era um jogo imprescindível”, destacou o dirigente rubro-negro.

Adson Batista fez elogios ao Criciúma: “Tenho que reconhecer. Foi melhor o tempo todo. Nós não entendemos o jogo, não conseguimos entender o que estava acontecendo. Não adianta ficar contando historinhas e tempos que ser verdadeiros. Hoje foi um dos piores jogos do Atlético-GO”.

Durante a entrevista coletiva, Adson Batista explicou os motivos que levaram a derrota do Dragão, que ainda não vencer como mandante no Brasileirão: “Primeiro o Emiliano, que pode ser caneleiro como for. Mas quando você perde a referência. Ele pressiona os zagueiros. O Luiz Fernando não é centroavante, é jogador de lado. Nós perdemos a referência e desorganizamos. O time ficou espaçado. Chegou um momento que eu estava pedindo a Deus para o jogo acabar”. A opinião do presidente do Atlético-GO destaca a substituição de Jair Ventura no segundo tempo. Quando ele tira Emiliano Rodriguez e coloca Alejo Cruz. Com a alteração, Luiz Fernado passou a atuar mais centralizado.

Confira a entrevista completa de Adson Batista

Com a derrota o Atlético Clube Goianiense perdeu duas posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. No momento ocupa a 15ª colocação e na próxima rodada vai enfrentar o Cuiabá – confronto no sábado (22), às 18h30 – na Arena Pantanal.


Leia mais sobre: / / / Atlético Goianiense / Esportes