27 de maio de 2024
Cidades

Deputado promove campanha e alerta para cuidados com o descarte de resíduos de cigarro no Araguaia

Deputado Lucas Calil (PSD) - Foto: divulgação.
Deputado Lucas Calil (PSD) - Foto: divulgação.

O deputado Lucas Calil (PSD), que é presidente da Comissão de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa de Goiás, promove uma campanha de conscientização sobre os malefícios do descarte inadequado de resíduos de cigarro, e alerta os possíveis danos ao Rio Araguaia.

“Pequenos descartes podem gerar grandes impactos ao meio ambiente”, afirma o vídeo de Lucas Calil que já teve mais de 25 mil visualizações. Veja:

{source}
<iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Flucascalill%2Fvideos%2F10157625530224165%2F&show_text=0&width=476″ width=”476″ height=”476″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowTransparency=”true” allowFullScreen=”true”></iframe>
{/source}

As pontas de cigarro, popularmente chamadas de bitucas, podem levar até cinco anos para se decomporem e estão entre os resíduos sólidos mais encontrados em praias e bueiros.

Para o Estado de Goiás a possibilidade de gerar queimadas é outra preocupação já que 25% das queimadas são causadas por “bitucas” jogadas em beiras de estradas.

Leia Também: Sem fiscalização, Araguaia sofre com pesca predatória

Dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mostra que entre 340 milhões e 680 milhões de quilos de resíduos de tabaco são gerados a cada ano.

Se comparado ao plástico, o número é ainda mais alarmante, já que os resíduos de cigarro superam a quantidade de plástico encontrada no fundo de oceanos e rios.


Leia mais sobre: / / / / / / Cidades