12 de junho de 2024
Lênia Soares

Demissão de comissionados na Assembleia gera polêmicas

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Helder Valin (PSDB), iniciou os trabalhos do segundo semestre de 2013 com o anúncio da demissão de 80 funcionários comissionados.

 Segundo o tucano, a medida é justificada pelo corte de verbas. Informações de bastidores divulgadas pelo jornal O Popular, no entanto, dão conta de questões delicadas, como o monitoramento de despesas sem o amparo legal.

O presidente da Casa não comentou o assunto. Valin negou qualquer direcionamento de verbas que não estão previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal e frisou a redução de despesas com o intuito de regularizar o pagamento da data-base dos servidores do Estado.

Entre os próprios servidores, há conversas que endossam a informação do jornal O Popular. Acredita-se que os nomes afastados não cumpriam horários regulares no expediente da Casa Legislativa. O assunto, porém, está em aberto. As motivações abrem várias outras motivações em curso.


Leia mais sobre: Lênia Soares