12 de agosto de 2022
Corrida ao Senado

De olho em candidatura única pela base, Alexandre Baldy insiste em Chico Tomazini para suplente

Interlocutores do pré-candidato a senador do Progressistas estão na expectativa de uma "surpresa" na convenção do partido
Alexandre Baldy, do Progressistas, que Chico Tomazini, do União Brasil, como seu suplente (Fotos: Reprodução)
Alexandre Baldy, do Progressistas, que Chico Tomazini, do União Brasil, como seu suplente (Fotos: Reprodução)

Em entrevista ao Diário de Goiás, o presidente estadual do Progressistas, Alexandre Baldy, disse que, se houver mais de um postulante ao Senado pelo base do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), a questão sobre candidaturas isoladas “está pacificada”.

Nos bastidores, contudo, Baldy tem articulado em busca de ser o único aliado de Caiado na disputa pelo Senado. Nesse grupo, após as desistências de Zacharias Calil (União Brasil) e Lissauer Vieira (PSD), resta, além dele, o deputado federal Delegado Waldir (União Brasil).

Em caso de candidatura isolada, a legislação eleitoral permite suplentes apenas do mesmo partido do titular. Baldy, porém, já anunciou o nome de Chico Tomazini (União Brasil), empresário, ex-deputado estadual e marido da prefeita de Pires do Rio, Cida Tomazini (União Brasil).

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Não farei pressão política em Caiado, diz Baldy sobre candidatura ao Senado
LEIA TAMBÉM: Avante declara apoio a Alexandre Baldy na disputa pelo Senado

“O convite feito para Chico Tomazini permanece de pé”, afirmou o presidente do Progressistas em Goiás. “A questão do partido tem que ser resolvida. Para que haja suplentes de partidos diferentes, é necessário ter um único candidato na coligação para governador e senador.”

Baldy se diz “cada vez mais entusiasmado com a candidatura” e seus aliados dão praticamente como certa uma eventual desistência de Delegado Waldir, que lidera as pesquisas e nega qualquer possibilidade disso acontecer.

Continua após a publicidade

De olho em fortalecer seu projeto rumo ao Senado, o pré-candidato do Progressistas argumentou ainda que a desistência de Lissauer Vieira, por ele ser “expressivo e consistente, abre espaço não só para mim, como para todos”.

A convenção estadual da legenda está marcada para esta sexta-feira (05/08), a partir das 10 horas. Com a presença confirmada de Caiado, existe a expectativa, segundo interlocutores de Baldy, de uma “surpresa”. De qualquer forma, é certo que não haverá recuo de sua candidatura, e o evento servirá também para fechar as chapas de deputado estadual e federal.

O Progressistas tem dois representes na Câmara dos Deputados: Adriano do Baldy e José Nelto. A esperança é eleger mais um. Enquanto isso, na Assembleia Legislativa, o partido mira em pelo menos quatro cadeiras.