21 de maio de 2024
Entrevista

De olho em Brasília, Matheus Ribeiro não tem dúvidas da pré-candidatura de Marconi Perillo ao governo de Goiás

Além da pré-candidatura de Marconi Perillo, o jornalista também falou sobre a atual gestão estadual e sua plataforma de campanha
Matheus Ribeiro, pré-candidato a deputado federal não tem dúvidas sobre a pré-candidatura de Marconi Perillo ao Governo de Goiás (Foto: Reprodução/PSDB).
Matheus Ribeiro, pré-candidato a deputado federal não tem dúvidas sobre a pré-candidatura de Marconi Perillo ao Governo de Goiás (Foto: Reprodução/PSDB).

Na busca de pavimentar sua pré-candidatura à Câmara dos Deputados, em Brasília, o jornalista Matheus Ribeiro (PSDB) está convicto que o presidente estadual tucano e ex-governador Marconi Perillo irá anunciar neste sábado (16/07), sua pré-candidatura na intenção de retomar ao Palácio das Esmeraldas. De acordo com Ribeiro, não há dúvidas de que este será o caminho tomado.

”Marconi Perillo será nosso pré-candidato ao governo de Goiás”, cravou Ribeiro ao DG Entrevista transmitido pelas redes sociais do jornal nesta sexta-feira (15/06) em conversa conduzida pelo jornalista e editor do portal, Domingos Ketelbey. O ex-governador inclusive, explica o jornalista, foi o responsável e principal articulador para que Matheus se filiasse ao PSDB. Antes da filiação, ele havia conversado com outras legendas como o PSB, PSD, PV e chegou perto de um acordo com o MDB.

Para Matheus, Perillo tem hoje condições que mostram uma outra face diante todo problema que o tucano passou diante de sua prisão na Operação Cash Delivery em 2018, que foi muito marcante para o povo goiano. ”Nós temos essa situação desmontada e verdadeiramente esclarecida pelas máximas autoridades judiciárias no Brasil”, afirma.

De acordo com Ribeiro, Marconi tem condições de ir para os debates de forma contundente por ter governado o estado por quatro mandatos. ”Ele tem um grande legado ao estado de Goiás. Ninguém vence quatro eleições sem ter um trabalho muito estável ao Estado”, frisa.

Assista a entrevista na íntegra por meio do Youtube do jornal:

Atual gestão

Questionado sobre a atual gestão de Ronaldo Caiado (UB), Matheus Ribeiro disse que não se dispôs a entrar na política para ”ataques” gratuitos ou fazer parte de ”fã clube desse romantismo que muitas vezes permeia a política brasileira”.

Mas para ele, é preciso ter uma ”racionalidade” e nessa medida, segundo ele, é preciso haver grupos e uma ”construção coletiva” para que haja governabilidade e políticas públicas em benefícios das pessoas. ”Eu acredito que Marconi tem condições mais sólidas e transformadora para o Estado de Goiás”, afirma.

Segundo Matheus, ele não faz uma crítica pessoal a Caiado. ”É uma pessoa com quem inclusive, eu me sentei a pouco tempo para falar sobre política, é alguém que eu respeito e reconheço, inclusive, uma trajetória em defesa do segmento que ele representa”, destaca.

LEIA TAMBÉM: Os caminhos que levaram Marconi Perillo à pré-candidatura ao Governo de Goiás

”Eu não estou na política para fazer crítica cega. Mas na medida em que a gente avalia projetos, grupos e enxerga aquilo que é mais benéfico, a gente faz as nossas escolhas, e minha escolha hoje não é pelo governador Ronaldo Caiado”, afirma Matheus.

Chapa majoritária

Sem composição com uma chapa forte para concorrer ao Senado, a cúpula tucana descarta uma candidatura isolada e considera, que a partir de anunciada a pré-candidatura ao Governo neste sábado (16), é questão de tempo até que a configuração da chapa majoritária seja definida. Aliados de Marconi Perillo avaliam que, com o projeto ao Palácio das Esmeraldas anunciado, nomes fortes – até mesmo que hoje caminham ao lado do governador Ronaldo Caiado – apareçam em ninhos tucanos. 

LEIA: Pesquisa Real Time Big Data para o Senado aponta liderança de Marconi com 27%; João Campos aparece com 9%

Para Matheus, o ex-governador sabe construir alianças de modo democrática, formando grupo que vence as eleições. ”Ele já enfrentou eleições muito complicadas como a de 2010 e venceu”, frisa.

Nas pesquisas de intenções de voto, o tucano hoje aparece praticamente em segundo lugar, junto com o pré-candidato Gustavo Mendanha do Patriota. Para Matheus pode ser observado ainda um crescimento do tucano diante as pesquisas. ”Isso facilita as negociações partidárias, que formem uma composição política para que a gente possa apresentar uma chapa com visão de futuro para os goianos”, destaca Ribeiro.

NÃO DEIXE DE LER: Chance de aliança entre Marconi Perillo e Gustavo Mendanha é zero, afirma Jorcelino Braga

Em meio às articulações, há ainda uma possível reviravolta interna entre aliados da base caiadista que podem voltar para a composição de Marconi, como por exemplo o pré-candidato ao Senado, Luiz Carlos do Carmo (PSC). Há duas semanas, Luiz Carlos até publicou uma foto nas redes sociais junto com o tucano, mas logo foi excluída de seu perfil.

Para Matheus, Luiz do Carmo tem uma trajetória política muito ”consistente”. ”Ele já trouxe mais de R$ 300 milhões ao estado de Goiás. Acho que há essa porta aberta, é algo que deixaria todos nós filiados do PSDB muito satisfeitos nessa composição”, avalia Ribeiro.


Leia mais sobre: / / / / Eleições 2022 / Política

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.