27 de maio de 2024
Eleições 2022 • atualizado em 03/11/2022 às 06:09

De atropelamento a marcha sob a chuva; veja vídeos de manifestações antidemocráticas pelo Brasil

Jair Bolsonaro, derrotado nas urnas, chegou a pedir duas vezes que manifestantes não cerceassem o direito de ir e vir das pessoas, mas, em alguns lugares, manifestações continuam
Desde a madrugada de segunda-feira (31), apoiadores do presidente têm marcado presença pelo país tumultuando vias e agindo de forma inusitada. (Imagem: reprodução)
Desde a madrugada de segunda-feira (31), apoiadores do presidente têm marcado presença pelo país tumultuando vias e agindo de forma inusitada. (Imagem: reprodução)

Uma série de vídeos das manifestações antidemocráticas têm sido divulgados na internet desde a madrugada de segunda-feira (31), quando apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não concordaram com a eleição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os protestos, em sua maioria, tem obstruído vias pelo Brasil e, em alguns lugares continuam, mesmo Bolsonaro tendo pedido duas vezes para que os manifestantes não cerceassem o direito de ir e vir da população.

Os vídeos vão de situações muito graves a engraçadas. Há um atropelamento que deixou feridos, pessoas marchando debaixo da chuva, suposta saudação nazista e outros. Neste, um grave atropelamento acontece, após um motorista ultrapassar um bloqueio das manifestações em Mirassol, no interior de São Paulo. Dentre os feridos, há suspeitas de haja crianças.

Veja outro ângulo do atropelamento

Já nesta situação abaixo, o atropelamento foi um tanto quanto encenado.

O perfil Anonymous, no Twitter, divulgou outro vídeo em que um carro tenta passar por uma manifestação em João Pessoa nesta quarta-feira (2), mas os apoiadores de Bolsonaro retiraram a mulher do carro e a agrediram por ter adesivo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva no Carro.

https://twitter.com/AnonNovidades/status/1587975114188095488

Em Bacabal, interior do Maranhão, em uma manifestação que bloqueou a BR-316um apoiador do presidente Bolsonaro concede uma entrevista enquanto uma ambulância tenta passar.

Também houve manifestações com apoiadores em marcha.

Em Baureri, SP, segundo o BCharts também no twitter, mostrou a foto do que seriam manifestantes usando crianças como escudo para continuar o tumulto nas vias.

Neste vídeo, um apoiador do Bolsonaro fica preso no para-choques de um veículo. No início do vídeo o motorista disse que parou para ele descer, mas ele não quis.

Um dos momentos mais graves, porém, pode ter sido em uma manifestação em São Miguel do Oeste, Santa Catarina, quando nesta quarta-feira (2) um grupo de pessoas pode ter feito apologia ao nazismo em frente ao 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado, base do Exército na cidade. Nas redes, bolsonaristas contestam essa interpretação e dizem que o gesto dos manifestantes, com o braço e a mão direitos estendidos para frente, são a posição de juramento à bandeira do Brasil.

Bloqueios

O mais recente balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) revela que o Brasil tem 16 estados com rodovias interditadas na tarde desta quarta-feira (2). No levantamento do fim da manhã, eram 15 e, em seguida, o total subiu para 17. Tocantins, que não tinha ações pela manhã, registra quatro interdições. Os manifestantes não aceitam o resultado das eleições presidenciais. O segundo turno foi domingo (30). 

Na comparação com o período da manhã, houve piora em Goiás, que passou de duas para três interdições; Amazonas e Espírito Santo, que tinham três pontos, agora têm quatro; Maranhão, que apresentava um ponto com fluxo parcialmente impedido, agora tem bloqueio total da via; Mato Grosso (31 pontos de interdição. Antes, eram 30); Rondônia (tinha 11 interdições e agora tem 12); e Rio Grande do Sul, que registra três pontos com bloqueio total da pista, além de uma interdição.

A PRF informou, também, que os bloqueios são interrupções totais das vias, enquanto as interdições mantêm o fluxo parcialmente impedido. A situação permaneceu igual no Acre (duas interdições) e Rondônia (12 interdições).

Houve liberação de vias nos seguintes estados, também na comparação com o período da manhã: Bahia (sem interdições), Mato Grosso do Sul (duas interdições. Antes, eram quatro); Pará (as vias interditadas passaram de 17 para 13); Pernambuco (uma interdição no momento); Santa Catarina (de 36 bloqueios, o cenário mudou para 14 interdições e 20 bloqueios); e São Paulo (recuo de três para duas interdições).

A Polícia Rodoviária Federal anunciou, também, que, em todo o país, 688 rodovias federais já foram liberadas. No balanço anterior, divulgado no início da tarde de hoje, eram 667. E, no fim da manhã, eram 631. (Informações da Agência Brasil)


Leia mais sobre: / / / Brasil

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.