17 de agosto de 2022
Ação Social

Custodiados do Complexo Prisional de Aparecida recebem documentação de identificação em Mutirão

Detentos conseguiram regularizar, gratuitamente, RG, CPF e Certidão de Nascimento
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Mutirão de Documentação, que aconteceu dentro da Casa de Prisão Provisória (CPP) e da Penitênciária Odenir Guimarães (POG), nesta semana, atendeu mais de 300 detentos. Os custodiados receberam documento de identificação (RG), Certidão de Nascimento e puderam regularizar o CPF.

O objetivo da ação foi fornecer o documento básico aos presidiários a fim de que consigam concluir os estudos, se matricularem na rede básica de ensino, em cursos profissionalizantes e ingressarem no mercado de trabalho, futuramente.

Com a emissão e regularização dos documentos pessoais, é possível que os custodiados possam obter emprego com empresas parceiras do sistema prisional e em atividades fornecidas pelo Estado e prefeituras conveniadas. Em casos de trabalho remunerado, é permitido até mesmo a abertura de conta em bancos, se houver documentação com foto devidamente regularizada.

Continua após a publicidade

O Mutirão foi feito em parceria entre a a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Polícia Civil (Instituto de Identificação), Defensoria Pública do Estado de Goiás e Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás. O projeto será estendido a mais 95 unidades prisionais do Estado.