23 de abril de 2024
Cidades

Credeq de Aparecida de Goiânia não tem data para funcionar

Faltando 10% para a conclusão do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq), de Aparecida de Goiânia, a unidade ainda não tem data prevista para funcionar, segundo a assessoria de imprensa da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). Dos 62 profissionais aprovados no processo seletivo da Associação Comunidade Luz da Vida, responsável pelo Credeq, apenas 21 estão ativos.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), os profissionais não têm as vagas asseguradas e foram selecionadas com uma expectativa de contratação, mas devem ser convocadas de acordo com a oportunidade, conveniência e disponibilidade da Organização Social responsável, já que a validade do processo é de 6 meses, e a primeira convocação foi feita em março.

De acordo com a SES-GO, profissionais como assistente social, psicólogo, nutricionista e T.I. (Tecnologia da Informação), cuja função é de implementação e implantação do Credeq, já estão ativos. O quadro atual é de 21 profissionais. O restante da equipe deve ser contratada conforme a demanda.

Os profissionais selecionados receberão treinamento de acordo com a determinação da SES-GO. Segundo a secretaria as formações são específicas para o trabalho com a dependência química como também em outras áreas como formação de humanização no atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde. 

Veja a situação dos Credeqs de Goiás:

CidadeValorSituação
Ap. de GoiâniaR$ 25.590.584,2090% concluída
Caldas NovasR$ 21.138.395,8728% concluída
GoianésiaR$ 21.082.879,8225% concluída
MorrinhosR$ 22.988.370,3630% concluída
QuirinópolisR$ 21.297.985,7948% concluída

Fonte: Agetop


Leia mais sobre: / / Cidades