25 de junho de 2022
Cidades

Credeq Aparecida suspende atendimento ambulatorial até 4 de abril

Atendimentos ambulatoriais foram suspensos nesta quinta. (Foto: Divulgação)
Atendimentos ambulatoriais foram suspensos nesta quinta. (Foto: Divulgação)

O Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) Professor Jamil Issy, em Aparecida de Goiânia, suspendeu o atendimento ambulatorial até o dia 4 de abril. A unidade já havia reduzido esse tipo de atendimento no início desta semana, como medida preventiva à disseminação do novo coronavírus.

A iniciativa também atende decreto do governo estadual, que determinou a paralisação de atividades ambulatoriais no estado. Depois do dia 4, o governo realizará uma nova avaliação e pode permitir o retorno desse tipo de atendimento.

O Credeq Aparecida é a única unidade goiana a disponibilizar tratamento médico para dependentes químicos e atende uma média de 3 mil pacientes em seu setor ambulatorial. Segundo a gerência, a medida não altera o quadro funcional da instituição, que foi realocado para outros setores da unidade.

Continua após a publicidade

Os pacientes internados continuam em processo terapêutico, mas com um novo fluxo de atendimento, determinado pelo diretor técnico, psiquiatra Danilo Fiorotto. Entre as providências ficou acertado que as internações serão realizadas exclusivamente via regulação e os pacientes permanecerão em isolamento por 14 dias nos leitos das alas de desintoxicações.

Os profissionais destinados aos atendimentos realizados nas desintoxicações serão exclusivos. Todas as visitas foram suspensas, considerando a possibilidade de transmissão da Covid-19 aos pacientes internados. Nesta quinta-feira, o Credeq têm 95 pacientes sendo tratados em regimento de internação.

Leia mais sobre:
Cidades