26 de maio de 2022
Política

CPI do Cachoeira – Os trabalhos começaram (?)

Em sua terceira reunião, realizada na manhã desta terça-feira, 22, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que objetiva investigar o relacionamento de autoridades goianas com a contravenção, liderada por Carlinhos Cachoeira, aprovou dois requerimentos a serem enviados ao Tribunal de Justiça de Goiás e a Comissão Parlamentar Mista do Congresso. Os deputados goianos começarão seus trabalhos pelo roteiro já traçado por outros grupos de investigação. O primeiro requerimento aprovado solicita ao TJ as cópias dos processos existentes contra a empresa Gerplam. O segundo versa sobre uma visita a CPMI do Cachoeira.

Documentos sobre os contratos das prefeituras municipais e do Estado de Goiás com a empresa Delta Construtora, já foram entregues à CPI da Assembleia e os trabalhos de análise já foram iniciados. Segundo o deputado Túlio Isac (PSDB), cada contrato será averiguado com muita cautela. “Vamos aprofundar nas pesquisas de todos os processos e documentos que recebemos. Esta CPI vai demonstrar sua seriedade nos resultados apontados posteriormente”, afirmou.

Participaram do encontro os deputados Helio de Sousa (DEM), presidente; Talles Barreto (PTB), relator; Mauro Rubem (PT), vice-presidente; Daniel Vilela (PMDB), membro; Carlos Antônio (PSC) e Lincoln Tejota, suplentes; além do líder do governo, deputado Helder Valin (PSDB) e o lider do DEM na Assembleia, deputado Nilo Rezende.

Continua após a publicidade

Os parlamentares também se reuniram com os servidores indicados pelo Tribunal de Contas do Estado e dos Municípios que contribuirão com as pesquisas. Do TCE foram remanejados Benjamin Inácio dos Santos, Maristela Santana Lopes e Wagner Eleutério Martins. Do TCM as indicações foram dos nomes de José Enivaldo Clementino e Lara Cristina Pedrosa. Uma reunião entre os parlamentares e os servidores foi realizada no fim da manhã de hoje.

Leia mais sobre:
Política