09 de agosto de 2022
Esportes

Corinthians vira sobre Avenida-RS no sufoco e evita vexame na Copa do Brasil

Foto: Daniel Augusto / Agência Corinthians
Foto: Daniel Augusto / Agência Corinthians

O Corinthians sofreu, mas conseguiu avançar para a terceira fase da Copa do Brasil. Após estar perdendo por 2 a 0 com dez minutos de jogo, o time alvinegro conseguiu virar na reta final do segundo tempo e venceu o Avenida-RS por 4 a 2, nesta quarta-feira (20), no Itaquerão.

Continua após a publicidade

Com o resultado, a equipe do Parque São Jorge avançou na competição e agora enfrentará o vencedor do confronto entre Foz do Iguaçu e Ceará, que se enfrentam no dia 27.

O Corinthians já tinha encontrado dificuldades na primeira fase do torneio, quando empatou com o Ferroviário-CE por 2 a 2, em Londrina. Na oportunidade, o time tinha a vantagem do empate por possuir melhor ranking do que o adversário.

Na casa corintiana, o Avenida surpreendeu e, logo no início do jogo, abriu 2 a 0. Aos 3min, Flávio Torres marcou de cabeça. Sete minutos depois, Tito aproveitou falha da defesa corintiana e ampliou.

Continua após a publicidade

Com a derrota parcial e a dificuldade da equipe em criar jogadas ofensivas, Carille trocou Ralf pelo atacante Vagner Love. O time melhorou e conseguiu diminuir nos acréscimos do primeiro tempo com o zagueiro Henrique.

Na etapa complementar, o Corinthians melhorou e pressionou o adversário. O treinador corintiano ainda trocou Clayson por Sergio Díaz e Sornoza por Boselli.

Aos 31min, o time chegou ao empate. Sornoza cobrou falta pela direita e Danilo Avelar subiu para deixar tudo igual. Com o resultado, a partida caminhava para a cobrança de pênaltis para definir o classificado.

Aos 43min, porém, Júnior Urso marcou o terceiro gol do Corinthians. O meio-campista recebeu na entrada da área e finalizou. A bola desviou na defesa e enganou o goleiro Fabiano.
Nos acréscimos, Gustavo ficou com a sobra na entrada da área e colocou no canto para fechar o placar em 4 a 2.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf (Vagner Love), Júnior Urso, Sornoza (Boselli), Pedrinho e Clayson (Sergio Díaz); Gustavo. T.: Fábio Carille

AVENIDA-RS

Fabiano; Felipe Cordeiro, Yuri, Claudinho e Márcio. Carlinhos (Thiago Steffen), Felipe Manoel, Jô e Welder; Tito (Maurício) e Flávio Torres. T.: Fabiano Daitx

Estádio: Itaquerão, em São Paulo

Público: 21.120 pagantes (total de 21.402)

Renda: R$ 664.493,50

Juiz: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Vinicius Melo de Lima (ambos do RN)

Cartões Amarelos: Felipe Manoel, Fabiano, Márcio (AVE)

Gols: Flávio Torres (AVE), aos 3min, Tito (AVE), aos 9min, e Henrique (COR, aos 46min do primeiro tempo; Danilo Avelar (COR), aos 31min, Júnior Urso (COR), aos 43min, e Gustavo (COR), aos 46min do segundo tempo