18 de julho de 2024
TRIBUNAL • atualizado em 14/06/2023 às 18:14

Corinthians é punido por gritos homofóbicos da torcida e pode ter prejuízo de R$ 2 milhões

Gritos homofóbicos da sua torcida do Corinthians no clássico contra o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro foram para pauta do STJD. Nesta quarta-feira (14), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva analisou o caso e puniu o Timão.

Perda de mando de campo de uma partida na competição nacional. Corinthians terá que jogar com portões fechados na Arena Neo Química. O Corinthians poderá recorrer da decisão do tribunal.

Caso não consiga sucesso no recurso, o jogo que o Corinthians terá que cumprir a suspensão será contra o Red Bull Bragantino, no dia 2 de julho, além de um prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões.

O clube vai deixar de ter a arrecadação de bilheteria, venda de produtos e outras receitas oriundas em dias de jogos do Corinthians como mandante.

Essa foi a primeira punição para um caso de gritos homofóbicos no Brasil, desde que foi implementado o novo Regulamento Geral de Competições da CBF, que tem severas condenações para ocorrências como a que aconteceu no clássico Corinthians e São Paulo.


Leia mais sobre: / / Esportes