15 de agosto de 2022
Esportes

Corinthians decepciona, só empata com América-MG e perde liderança do Brasileiro

Foto: Gabriel Morais / América
Foto: Gabriel Morais / América

Um empate sofrido, arrancado no fim do segundo tempo, foi o máximo que o Corinthians conseguiu apresentar neste domingo, ao ficar no 1 a 1 diante do América-MG, na Neo Química Arena. O tropeço complicou o time paulista que, além de perder a liderança do Brasileiro para o Palmeiras, não conseguiu cumprir o objetivo de se redimir diante da sua torcida após a má impressão deixada em seu último jogo pela Libertadores (novo empate de 1 a 1 contra o Always Ready).

O resultado deixa o time com 15 pontos ao lado do arquirrival, mas os corintianos ficam em segundo por conta do saldo de gols (8 a 4). Já o América-MG chegou aos 11 pontos e ocupa a parte intermediária da classificação.

Os dois gols foram marcados no segundo tempo. Aloísio fez para os visitantes enquanto Gustavo Mosquito empatou. Os dois times voltam a entrar em campo no próximo sábado pelo Brasileiro. O América-MG recebe o Cuiabá no estádio Independência. Já o Corinthians viaja até Goiânia para encarar o Atlético-GO no estádio Antonio Accioly.

Continua após a publicidade

Com uma marcação alta, o América dificultou a saída de bola corintiana. O resultado disso foi uma bola no travessão em chute de Lucas Kal, uma bicicleta de Aloísio dentro da área que raspou a trave corintiana e uma boa intervenção de Cássio em chute de meia distância.

Muito espalhado em campo e com pouca conexão entre os atacantes, o primeiro chute dos paulistas aconteceu só aos 23 e não ofereceu dificuldade de ação para o goleiro Jailson. Para piorar, Willian, o jogador corintiano mais insinuante em campo acabou sendo substituído ainda antes do intervalo por causa de uma pancada no tornozelo.

A partida ficou truncada no restante da etapa inicial e um novo lance ainda assustou a fiel torcida. Aloísio foi lançado, encobriu Cássio com uma cavadinha e entrou com bola e tudo. O gol, no entanto, acabou anulado por impedimento do atacante mineiro.

Continua após a publicidade

Na volta do intervalo, o técnico Vitor Pereira colocou Gustavo Mosquito para dar mais dinamismo ao ataque. Mas a mudança que realmente chamou a atenção foi o apoio da torcida, que passou a incentivar o time desde o início do segundo tempo.

Em campo, o América-MG seguiu mais perigoso. Luan Patric, em cobrança de falta de longa distância, quase surpreendeu o goleiro corintiano.

A apesar do incentivo das arquibancadas, o Corinthians seguiu em ritmo morno. Os mineiros, ao contrário, aumentaram o ritmo ofensivo e aos 21, chegaram às redes de Cássio. Num escanteio da direita, a bola encontrou Aloisio que só desviou para o gol: 1 a 0.

A partir daí, o Corinthians foi para a base da pressão. Vagner Mancini tirou Aloisio, seu jogador mais perigoso na frente, e chamou de vez o time rival para o seu campo.

O empate acabou saindo em cobrança de escanteio. A zaga rebateu mal e Róger Guedes cabeceou para defesa parcial de Jailson. Gustavo Mosquito pegou a sobra e emendou para empatar: 1 a 1. De forma desordenada, o Corinthians seguiu atrás da vitória, mas o América-MG conseguiu se segurar e garantiu o empate fora de casa

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 x 1 AMÉRICA-MG

CORINTHIANS – Cássio; Rafael Ramos, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos (Lucas Piton); Du Queiroz, Roni (Maycon), Renato Augusto (Giuliano); Willian (Adson), Júnior Moraes (Gustavo Mosquito) e Róger Guedes. Técnico: Vitor Pereira.

AMÉRICA-MG – Jailson, Patric, Iago Maidana (Gustavo Marques), Luan Patrick e Marlon; Lucas Kal, Juninho (Zé Ricardo), Alê e Felipe Azevedo (Rodriguinho); Gustavo (Pedrinho) Aloisio (Henrique Almeida). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS – Aloísio, aos 21, e Gustavo Mosquito, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Maycon (Corinthians) e Gustavo (América-MG).

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

RENDA – R$ 2.164.285,00.

PÚBLICO – 34.922 pagantes.

LOCAL – Neo Química Arena, em São Paulo.

(Conteúdo Estadão)