15 de julho de 2024
Autos

Confira quais são os carros mais econômicos do Brasil; lista não inclui veículos elétricos

Com o preço dos combustíveis, brasileiros tem se atentado melhor ao custo benefício de automotores
Volkswagen Virtus com o motor 1.0 TSI de 116 chega em 2023 e já é o primeiro da lista como mais econômico. (Foto: divulgação)
Volkswagen Virtus com o motor 1.0 TSI de 116 chega em 2023 e já é o primeiro da lista como mais econômico. (Foto: divulgação)

Depois de anos com a variação do preço dos combustíveis subindo mais do que diminuindo no Brasil, a cultura de análise de veículos mais econômicos passou a ser um dos fatores mais importantes na hora da compra. Por isso, listas tem carros que mais ou menos consomem gasolina ou etanol tem surgido com mais frequência. Por isso, o Diário de Goiás separou seis dos carros mais econômicos do Brasil para informar ao leitor que se interessa pelo assunto.

De acordo com o site Motor1, do portal UOL, o Inmetro divulgou uma atualização para a tabela do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) para 2022, com algumas mudanças. Para começar, o primeiro da lista é o Volkswagen Virtus com o motor 1.0 TSI de 116 cv, que não apareceu na lista no último ano, por que chegou ao mercado somente neste ano de 2023, no início deste mês de fevereiro.

Confira a lista completa:

  • 1 – Volkswagen Virtus 1.0
  • 2 – Renault Kwid
  • 3 – Peugeot 208 1.0
  • 4 – Hyundai HB20S 1.0 Turbo
  • 5 – Chevrolet Onix Plus 1.0
  • 6 – Volkswagen Polo 170TSI

Ainda de acordo com o portal especialista em automóveis, o critério para o ranking de carros mais econômicos no Brasil é o mesmo do Inmetro, baseado no consumo energético medido em megajoules por quilômetro (MJ/km). Isso serve para evitar confusões, por que um carro pode ser mais econômico na estrada, mas menos na cidade, além da diferença causada por usar etanol ou gasolina. O MJ/km funciona como uma média que considera os dois combustíveis.


Leia mais sobre: / / Variedades

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.