27 de fevereiro de 2024
REGULARIZAÇÃO

Condutores de veículos pesados devem realizar exame toxicológico até o dia 28 de dezembro

Detran alerta que condutores das categorias C, D e E devem procurar uma clínica credenciada e realize o exame
orientação do Detran é que os motoristas consultem a data de validade do exame toxicológico. (Foto: Divulgação)
orientação do Detran é que os motoristas consultem a data de validade do exame toxicológico. (Foto: Divulgação)

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) alertou aos condutores das categorias C, D e E que estão com o exame toxicológico periódico vencido sobre o prazo para regularizar a situação. Esses motoristas têm até o dia 28 de dezembro, data definida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Segundo a Associação Brasileira de Toxicologia (Abtox), cerca de 5 milhões de condutores estão irregulares. Com isso, a orientação do Detran é que os motoristas consultem a data de validade do exame toxicológico no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), para quem utiliza a versão digital, ou verificar se a data do último exame consta mais de dois anos e seis meses.

Caso o resultado do exame toxicológico dê positivo, o condutor ficará suspenso de dirigir durante o período de três meses e, caso descumpra a ‘punição’, estará sujeito a multa de R$ 1.467,35. Se houver reincidência, a multa é dobrada e um processo de suspensão do direito de dirigir é aberto.

Como regularizar

Para regularizar a situação, o motorista não precisa ir até o Detran-GO. É necessário apenas que vá a uma clínica credenciada e realize o exame, assim, o resultado será lançado pela própria clínica no sistema nacional. A média de preço do exame é de R$ 135.

Caso o condutor não cumpra o prazo, após 30 dias do vencimento do exame será gerada uma multa no valor de R$ 1.467,35 e a inclusão de 7 pontos na carteira. Além disso, o motorista das categorias que deixar de realizar o exame ou dirigir com ele vencido também receberá multa, mas no valor de R$ 2.934,70 e na suspensão do direito de dirigir.

Como o exame é feito

Para realizar o exame toxicológico é coletada uma pequena amostra de cabelo do condutor, próximo ao couro cabeludo, ou por um pelo do corpo. O procedimento detecta várias substâncias de efeito psicoativo e que podem interferir na capacidade de executar tarefas simples, mas perigosas.

Entre as drogas, podem ser detectadas maconha, cocaína, anfetamina, metanfetamina, MDMA e MDA, anfepramona, mazindol e femproporex, além de coeína, morfina e heroína.


Leia mais sobre: / / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.