16 de junho de 2024
Cidades

Concurso da Saneago anulado para nível médio e fundamental

O Saneago acatou a recomendação do promotor de Justiça Fernando Krebs e cancelou as provas aplicadas aos níveis médio e fundamental, realizadas no domngo, 30/06. Coube ao diretor financeiro, Júlio Vaz, e ao presidente da comissão do certame, José Freitas, informar o fato ao Ministério Público. Uma nova prova deverá ser aplicada num prazo de 60 dias para mais de 40 mil candidatos.

Eles compareceram hoje (2/7) na sede do MP-GO e prontamente atenderam à recomendação.Dessa forma, os candidatos que concorreram a todos os cargos de nível médio e a alguns cargos de nível fundamental deverão fazer novamente as provas.

O que gerou a anulação da prova foi o fato de haver a incompatibilidade entre a quantidade de questões e a folha de respostas.

A prova apresentava 60 questões e o cartão de respostas continha apenas 40 espaços para marcação.Segundo esclareceu o promotor, inicialmente o MP-GO está acompanhando esta situação, geradora de nulidade das provas. Contudo, vai analisar também a idoneidade da empresa realizadora do certame, o Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (IBEG).

Entre as reclamações de candidatos estiveram relatos de pessoas que portavam aparelhos celulares durante a prova e outras que saíram com o caderno de provas pouco depois do início do exame. Portanto, foi recomendado que, num prazo de 60 dias, a empresa não agende nova data para reaplicação das provas.

Este prazo, segundo salientou, é para que sejam aprofundadas as investigações sobre a licitude da contratação do IBEG.José de Freitas, entretanto, assegurou que todo o processo licitatório para a contratação, feito por meio de pregão eletrônico, ocorreu com regularidade, já que a empresa teria apresentado todos os documentos comprobatórios de que teria ampla possibilidade de realizar o certame.

Assim, diante da anulação das provas, um novo cronograma será divulgado, em tempo hábil para aqueles que desejarem participar novamente do certame. Para aqueles que optarem por não prosseguir na seleção, o IBEG deverá devolver os valores relativo à inscrição.

A Saneago vai divulgar o novo cronograma e quais os cargos deverão refazer as provas.Krebs ponderou que o MP-GO pretende que o concurso ocorra de forma regular, com isonomia de oportunidade a todos os candidatos. “O Ministério Público luta pela realização de concursos públicos, por isso precisamos garantir a igualdade de acesso a todos”, afirmou.

Números 
Segundo apresentado pelo presidente da comissão do certame, José Freitas, mais de 95 mil candidatos fizeram as provas do concurso, que ofereceu vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior. Destes, houve problemas na impressão do cartão resposta de cerca de 40 mil candidatos que concorriam a cargos de nível fundamental e de todos os cargos de nível médio, envolvendo mais de 25 mil candidatos


Leia mais sobre: / Cidades

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .